Analfabetismo entre potiguares com mais de 15 anos é quase o dobro da média nacional

 

Fonte: G1 RN

O Rio Grande do Norte registrou queda da porcentagem de analfabetismo entre a população com mais de 15 anos, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2018, divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar disso, o índice potiguar é quase o dobro da média nacional.

Conforme a pesquisa, em 2016 o estado tinha 14,7% de analfabetos, entre as pessoas com 15 anos ou mais. No ano passado, essa porcentagem caiu para 12,9%. Apesar dessa redução, a situação do estado é muito grave, se comparada ao restante do país. A média de analfabetismo nessa faixa etária foi de 6,8% no país.

No caso da população potiguar com 60 anos ou mais, a taxa de analfabetismo é de 34,8%, enquanto a média nacional para essa faixa etária é de 18,6%.

Se comparado aos demais estados nordestinos, o estado não está em uma situação muito diferente. A menor taxa de analfabetismo da região é de Pernambuco, com 11,9% na população com 15 anos ou mais, ou 30,2% na população com mais de 60 anos.

Porém os índices da região são bem piores do que no restante do país. Na região Sul, por exemplo, Santa Catarina tem 2,5% de analfabetos entre as pessoas com mais de 15 anos e 8,2% entre idosos. Estados do Sudeste, do Centro-Oeste e do Norte do país também apresentam índices melhores.

Gêneros e etnias

A situação é mais grave quando comparadas as diferenças entre gêneros. A população masculina do estado, com mais de 15 anos, tem um percentual 14,6% de analfabetismo. No caso das mulheres nessa mesma faixa etária é de 11,3%.

Na população com 60 anos ou mais, 41,2% dos homens são analfabetos, conforme a pesquisa. No caso das mulheres, a porcentagem é de 30,5%.

Ao mesmo tempo, enquanto a população potiguar preta e parda com mais 15 anos tem um percentual de 14,7% de analfabetos, a taxa é de apenas 9,8% entre os brancos.

Quanto ao grupo com 60 anos ou mais, 39,6% dos pretos e pardos são analfabetos, enquanto no caso dos brancos, são 27,1%.

Pesquisa

Ainda de acordo com a pesquisa, quase 60% dos potiguares com mais de 25 anos de idade não terminaram a educação básica obrigatória. Apenas 41,2% da população nessa faixa etária concluíu o Ensino Médio. Embora baixo, o índice é melhor que em 2016, quando somente 39,3% tinha alcançado o diploma do segundo grau.

Comentários


Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/98fmnatal/www/wp-includes/functions.php on line 4597

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.