“Decidi fazer a minha biografia por conta das fake news sobre mim nos últimos 2 anos”, admite Paula Fernandes

 

Fonte: PopLine

Quando se fala em um show no formato de voz e violão pode vir à mente um espetáculo mais calmo, a plateia acomodada nas cadeiras, sem muita euforia. No entanto, em seu concerto “Voz e Violão” no Rio de Janeiro, Paula Fernandes mostrou, literalmente, que pode se apresentar em um sofá de sala, com iluminação baixa e hits calmos, mas que na sua performance nada é óbvio! Paula Fernandes saiu do palco para cumprimentar a plateia, cantou pela 1° vez ao vivo a sua nova música “Me Queimo Sem Você” e ainda teve espaço para um pedido de casamento surpresa na apresentação de “Pra Você”!

Ministério da Saúde suspende repasses de recursos para atendimento à saúde mental no RN

 

Fonte: G1 RN

O Ministério da Saúde suspendeu repasses financeiros para três unidades de Centro de Atenção Psicossocial (Caps) no Rio Grande do Norte. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União e afeta o atendimento à saúde mental.

Foram suspensos recursos para os Caps de Mossoró, Parnamirim e Baraúna. O serviço residencial terapêutico da capital potiguar também teve o repasse de recursos suspensos. Segundo o órgão, a suspensão se deu “por ausência de registros de procedimentos nos sistemas de informação do SUS.”

O Ministério afirmou que o repasse poderá ser reestabelecido, desde que os registros sejam regularizados nos próximos seis meses. Caso isso não aconteça, as unidades definitivamente ficam fora dos repasses do SUS. Em todo o país, foram afetados 319 serviços como os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Serviços Residenciais Terapêuticos, Unidades de Acolhimento e leitos de saúde mental em hospitais gerais.

Os Caps, criados em 2002, têm por objetivo garantir o atendimento a pacientes com transtornos mentais ou usuários de álcool e drogas, seja por meio de atendimentos individuais (com medicamentos e terapia) ou em grupos, substituindo os manicômios.

Os serviços residenciais terapêuticos são locais onde pessoas que passaram por internações psiquiátricas e não têm vínculos familiares podem receber cuidados.

Unidades afetadas

Em Mossoró foi afetado com a suspensão dos recursos a Unidade Básica de Saúde Dr. Paulo Jansem Dantas que tem valor de custeio anual de R$ 477.360,00. No município de Baraúna, o Caps José Vitalino cujo custeio anual é de R$ R$ 339.660,00. E em Parnamirim, o Caps Básica de Parnamirim Abrassa, que tem custeio anual de R$ 397.035,00.

Além disso, teve repasse suspenso o serviço residencial terapêutico que funciona em Natal, com capacidade para 9 pessoas, cujo custeio anual é R$ R$ 216 mil.

Ministério da Saúde suspende repasses de recursos para atendimento à saúde mental no RN — Foto: PMJ/Prefeitura de Jundiaí/Divulgação

Ministério da Saúde suspende repasses de recursos para atendimento à saúde mental no RN — Foto: PMJ/Prefeitura de Jundiaí/Divulgação

TRE determina afastamento ‘imediato’ de prefeito e vice de Passa e Fica, RN

 

Fonte: G1

A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte desproveu à unanimidade um recurso e manteve a sentença imposta ao prefeito e ao vice-prefeito do município de Passa e Fica, na região Agreste potiguar. Com isso, o prefeito Leonardo Lisboa (PSD) e o seu vice, Aluízio Almeida de Araújo, deverão ser afastados imediatamente dos cargos por terem cometido os ilícitos de abuso de poder econômico e político durante o pleito eleitoral de 2016.

O Tribunal Regional Eleitoral havia determinado a cassação da chapa em dezembro de 2017, contudo os dois entraram com um recurso na Justiça, que agora foi negado. O relator do processo foi o desembargador Cornélio Alves.

PF prende suspeitos de integrar grupo criminoso que assaltava caminhões dos Correios no RN

 

Fonte: G1

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão e mandados de prisão na região metropolitana de Natal e em Brasília contra um grupo suspeito de assaltar caminhões dos Correios no Rio Grande do Norte. A ação foi batizada de operação Express.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início há cerca de 9 meses e apuraram pelo menos onze investidas criminosas praticadas pelo bando.

Em todos os casos a quadrilha agia da mesma forma: os caminhões eram interceptados, desviados para estradas de terra, onde os motoristas geralmente eram feitos reféns e toda a carga saqueada.

Black Friday deve movimentar R$ 3,27 bi

 

Fonte: Terra

O comércio varejista deve movimentar R$ 3,27 bilhões em vendas durante as promoções da Black Friday deste ano, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Se a previsão se confirmar, o aumento será de 2,2% em relação às vendas da mesma data no ano passado, já descontada a inflação.

O mês de novembro para o varejo brasileiro, até 2010, era considerado fraco pelos varejistas. A partir da difusão da Black Friday, o mês que antecede o Natal passou a apresentar todos os anos, desde então, um pico de vendas, consolidando o “evento”, que neste ano se dará na próxima sexta-feira, dia 23.

As promoções da data passaram a fazer diferença no varejo principalmente nos segmentos de eletroeletrônicos, utilidades domésticas, móveis, eletrodomésticos, livrarias e papelarias. Em 2010, o varejo movimentou R$ 1,88 bilhão na data. Nos anos seguintes, mais setores passaram a aderir a às promoções, ampliando as opções de desconto para os consumidores.

Edital para Mais Médicos no RN tem 139 vagas em 65 municípios

 

Fonte: G1

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (20) o edital com 139 vagas em 65 cidades do Rio Grande do Norte para o programa Mais Médicos. As vagas, abertas para substituir médicos cubanos, que começaram a deixar os municípios na semana passada, são para profissionais brasileiros e estrangeiros que tenham registro no CRM do Brasil.

A publicação do novo edital faz parte de uma medida emergencial do governo brasileiro após o anúncio da saída de Cuba do programa, na semana passada. As inscrições começam nesta quarta-feira (21) e seguem até o domingo (25).

Confira detalhes do edital:

  • Serão 8.517 vagas, sendo 139 no Rio Grande do Norte;
  • O salário é de R$ 11.800,00.
  • No primeiro edital, todas as vagas serão ofertadas aos médicos (brasileiros e estrangeiros) com registro no CRM do Brasil;
  • As inscrições estarão abertas a partir das 8h de 21 de novembro até as 23h59 de 25 de novembro, e deverão ser feitas pelo site maismedicos.gov.br;
  • No edital, é possível ver o número de vagas por município;
  • No ato de inscrição, o profissional escolherá o município disponível para a atuação;
  • Os médicos devem iniciar as atividades nos municípios a partir de 3 de dezembro; a data-limite é 7 de dezembro;
  • Se houver vagas remanescentes, um segundo edital será lançado em 27 de novembro com vagas para brasileiros formados no exterior e estrangeiros.

Para atuar no Mais Médicos, os profissionais sem CRM não precisarão fazer o Revalida. Eles poderão fazer o Revalida caso queiram exercer atividade também fora do programa.

O sistema de seleção, que estará disponível a partir de quarta-feira (21) no site do programa, vai informar o número de vagas por município, e fica com a vaga o profissional que se inscrever primeiro.

“Se você tem cinco vagas, os cinco primeiros ocuparão essas vagas e não ficará mais disponível a vaga para o seu município. Então, haverá, sim, o limitador da vaga existente e aí nós faremos isso, e o médico, na hora dele acessar, ele só vai poder acessar aonde tiver vaga ainda disponível”, disse o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

Raul Hernandez atuou em São Miguel do Gostoso, RN, através do programa Mais Médicos — Foto: Karina Soares

Raul Hernandez atuou em São Miguel do Gostoso, RN, através do programa Mais Médicos — Foto: Karina Soares

Governadora eleita anunciará secretariado nesta semana

 

Fonte: Portal no Ar

A governadora eleita, Fátima Bezerra (PT), prometeu anunciar ainda esta semana os nomes que vão compor o secretariado da gestão dela à frente do Estado. A declaração da petista foi dada durante o Seminário Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte, que ocorre nesta segunda-feira (19), na Casa da Indústria.

“Ao longo desta semana, vamos dar conhecimento ao Rio Grande do Norte daqueles que farão parte do nosso primeiro escalão”, declarou.

Uma das maiores expectativas gira em torno de quem vai ocupar a titularidade da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), já que o tema da segurança foi um dos mais debatidos durante a eleição.

Entre os nomes que se cogitam para a Sesed estão o do ex-policial rodoviário federal Ivenio Hermes, que integra a equipe de transição da governadora eleita, e o do coronel da Polícia Militar Francisco Canindé de Araújo. No entanto, ao PORTAL NO AR, Hermes já disse não ter sido convidado para o cargo e o coronel Araújo negou que esteja tratando do assunto.

Durante a palestra desta segunda, Fátima Bezerra deu um indicativo do ‘cuidado’ que está tendo com o nome a ser escolhido para a Sesed: “A área de segurança eu estou escolhendo a dedo”.

Traficante brasileiro extraditado do Paraguai é levado para o Paraná

 

Fonte: EBC

Acusado de tráfico internacional, falsidade ideológica e homicídios, Marcelo Pinheiro Vieira, o Marcelo Piloto, foi transferido para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no oeste do Paraná, na tarde de hoje (19). Sua transferência para a penitenciária federal foi determinada pelo juiz Rafael Estrela, titular da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

O juiz atendeu pedido da Secretaria de Segurança Pública do Rio, que considerava uma ameaça à segurança que o traficante ficasse detido em um presídio estadual. Na decisão, o magistrado destacou que Marcelo Piloto “possui um histórico de diversas ações criminosas”, fugiu de uma unidade prisional estadual em agosto de 2017 e foi preso no Paraguai no mesmo ano. Ele é acusao de tráfico internacional, falsidade ideológica e homicídios.

Esta manhã, as autoridades paraguaias o extraditaram para o Brasil. Inicialmente, para a delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu (PR), onde permaneceu até o meio da tarde, quando foi conduzido para Catanduvas.

Um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho, Vieira deixou o Brasil após ser condenado a 26 anos de prisão. Em dezembro de 2017, ele foi detido na cidade de Encarnación, no Paraguai, alvo de uma operação internacional conjunta entre várias agências.

No último sábado (17), Vieira matou com 17 facadas uma jovem de 18 anos que o visitava em sua cela, no Paraguai. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime para tentar evitar sua extradição para o Brasil.

Argentina diz que não há tecnologia para retirar submarino

 

Fonte: Terra

Segundo ministro, mesmo que exista a possibilidade de levantar submarino do fundo do mar, processo deve demorar anos. Embarcação desaparecida há um ano foi localizada no sábado, a mais de 900 metros de profundidade.

O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguad, afirmou neste domingo (18/11) que não existe tecnologia capaz de retirar o submarino ARA San Juan, que foi localizado no sábado a 900 metros de profundidade no Oceano Atlântico, do fundo do mar.

“A Argentina não conta com meios técnicos para resgatar ou emergir o submarino. Não deve haver no mundo tecnologia para retirar 2.300 toneladas de peso do fundo do mar”, afirmou Aguad.

Em entrevista à Rádio Mitre, o ministro explicou que o governo tem dinheiro para contratar uma empresa especializada nesse tipo de operação caso necessário, mas ressaltou que, caso haja tecnologia para fazer a retirada, o processo deve demorar muitos anos.

Criticado pelos parentes dos tripulantes que estavam a bordo do submarino na hora do desaparecimento há mais de um ano, Aguad ressaltou que sempre disse a verdade aos familiares das vítimas e que a localização da embarcação é uma prova disso.

“Ele afundou por uma implosão, não por fatores externos. Não estou e nem estive em condições de mentir aos familiares. Não temos capacidades técnicas para trazê-lo do fundo do mar”, afirmou. A descoberta do ARA San Juan foi divulgada no sábado (17/11). O submarino argentino desapareceu no dia 15 de novembro do ano passado com 44 tripulantes a bordo, quando se dirigia de Ushuaia a Mar del Plata.

Segundo a Marinha, as imagens dos destroços sugerem que a embarcação sofreu uma “implosão” no fundo das águas do oceano em razão da pressão externa do mar ter superado a de dentro do submarino.

Perguntado sobre a responsabilidade jurídica do governo em resgatar o submarino, o ministro disse que a juíza responsável pela investigação do desaparecimento, Marta Yáñez, terá papel fundamental na decisão. No entanto, reconheceu que não considera que ela tenha poder para decidir uma questão desta natureza.

“Sobre a busca, esse caso terminou porque ficou provado que o submarino implodiu e naufragou duas horas depois da última comunicação. Resta a que vai determinar quais são as responsabilidades da Marinha”, explicou o ministro

Já a juíza Marta Yáñez disse neste domingo que pode delegar ao governo a decisão de retirar o equipamento do fundo do mar. Ela também descartou para já a hipótese de tentar erguer os destroços do fundo do oceano, como reclamam as famílias dos 44 tripulantes mortos.

“Trata-se de uma embarcação cheia de água que pode pesar 2.500 toneladas, não vou correr o risco de a puxar, pode partir-se”, afirmou Yáñez aos jornalistas. “Prefiro conservar a prova como está, porque a eventual subida à superfície implica uma possível ruptura ou só se conseguirá cortando-a em partes”, acrescentou.

Para a magistrada, esta é uma questão emocional e não interfere na investigação sobre o que ocorreu com o submarino. Perguntada sobre a sequência das investigações pela imprensa argentina, a juíza explicou que a empresa americana Ocean Infinity, contratada pelo governo para encontrar o submarino, enviará 67 mil fotos e registros em vídeo para auxiliar no trabalho.

“Vamos contar com uma análise pormenorizada da situação de como o submarino está e das condições que ele ficou”, afirmou.

Além disso, a juíza explicou que as três fotos divulgadas ontem, vistas também pelos familiares dos 44 tripulantes do submarino, não serão utilizadas nas investigações sobre o caso.

“Chegado o momento, depois de conseguirmos reconstruir o que ocorreu com imagens e vídeos, se entenderem ser necessária a retirada da embarcação, que entendo que é muito difícil e cara, seria preciso fazer um estudo para verificar se isso tudo é possível”, disse a magistrada na entrevista.

Yáñez explicou que o caso sobre a busca do submarino deve ser encerrado agora que o equipamento foi encontrado. No entanto, ela considera que alguns dos familiares podem processar o governo por negligência ou imperícia nos trabalhos de resgate.

A juíza também afirmou que focará agora para entender como o submarino afundou, um caso, segundo ela, “sem antecedentes” e “muito complexo”.

RN tem cinco barragens com danos estruturais considerados ‘preocupantes’

 

Fonte: G1 RN

Cinco barragens do Rio Grande do Norte estão em situação de vulnerabilidade, ou seja, apresentam danos em suas estruturas e preocupam os órgãos fiscalizadores. A informação está no Relatório de Segurança das Barragens (RSB) 2017 da Agência Nacional de Águas (ANA), que foi divulgado nesta segunda-feira (19).

As barragens em risco são a Passagem das Traíras, Calabouço e o Açude Gargalheiras (públicas); além das barragens Barbosa de Baixo e Riacho do Meio (privadas).

A Agência Nacional de Águas alertou que a barragem Passagem das Traíras, que fica em Jardim do Seridó, apresenta desagregação do concreto e descontinuidade no maciço rochoso na ombreira direita. O reservatório está operando com restrição limitando a cota de operação em 185m, de acordo com a ANA. O valor estimado para o conserto é de R$ 1.170.000

O Açude Gargalheiras ou Marechal Dutra (nome oficial), em Acari, um dos mais populares do Rio Grande do Norte, tem fissuras ao longo da sua galeria e do maciço. Para a recuperação, o investimento necessário estimado pela Agência é de R$ 2.840.000.

Já a barragem Calabouço, esta na cidade de Passa e Fica, apresenta trincas ao longo do coroamento e não tem estrutura de descarga de fundo. O relatório apontou que a situação de manutenção é precária, contudo não estumou os custos para reparar os danos.

Privadas

Barbosa de Baixo de Riacho do Meio são duas barragens particulares que também foram inspecionadas pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) e que têm danos na estrutura. A primeira está com erosão entre o maciço e o muro lateral direito, e a segunda com percolação na fundação. Para estas também não foi apresentada estimativa do valor para a recuperação estrutural.

Números no Brasil

Desde o ano passado, a ANA passou a incluir nos questionários que envia aos órgãos fiscalizadores quais são as barragens que mais preocupam. O número de barragens apontadas como mais vulneráveis no país subiu de 25 em 2016 para 45 em 2017. A maioria dos casos apresenta problemas de baixo nível de conservação, mas há outros motivos como insuficiência do vertedor e falta de documentos que comprovem a estabilidade da barragem. Das 45 barragens, 25 pertencem a órgãos e entidades públicas.

De acordo com a ANA, o Brasil possui um cadastro com 24.092 barragens para diferentes finalidades, como acúmulo de água, de rejeitos de minérios ou industriais e para geração de energia, que foram cadastradas até o ano passado por 31 órgãos fiscalizadores. Boa parte – 9.827 ou 41% – é de barragens de irrigação. Em 2017 houve aumento com relação às 22.920 barragens cadastradas em 2016. Estima-se, porém, que o número de represamento artificiais espelhados pelo país seja pelo menos três vezes maior, ainda segundo a Agência. O total de barramentos será conhecido quando todos os órgãos e entidades fiscalizadoras cadastrarem todas as barragens sob sua jurisdição, conforme estabelece, entre outras obrigações, a Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB).