Candidatos ao Senado pelo Rio Grande do Norte nas eleições 2018: veja a lista Nomes foram definidos em convenções. Registro das candidaturas deve ser feito até o dia 15 de agosto.

 

Fonte: G1

Nas Eleições de 2018, os eleitores do Rio Grande do Norte terão 16 cadidatos a senadores para escolher os dois que representarão o estado potiguar. Os nomes que pleiteiam as vagas no Senado por cada uma das coligações foram definidos nas convenções dos partidos. Os registros das candidaturas devem ser feitos até o dia 15 de agosto. Veja a lista dos candidatos confirmados, em ordem alfabética:

  • Alexandre Motta (PT)
  • Ana Célia Siqueira (PSTU)
  • Antônio Jácome (PODE)
  • Bispo Levi Ferreira (PRTB)
  • Capitão Styvenson Valentim (REDE)
  • Douglas Azevedo (Patriota)
  • Droutor Joanilson de Paula Rêgo (DC)
  • Garibaldi Alves (MDB)
  • Geraldo Melo (PSDB)
  • João Morais (PSTU)
  • João Napoleão (REDE)
  • Jurandir Freire Marinho (PRTB)
  • Lailson de Almeida (PSOL)
  • Magnólia Figueiredo (Solidariedade)
  • Telma Gurgel (PSOL)
  • Zenaide Maia (PHS)

TST propõe reajuste de 100% da inflação para carteiros para evitar greve

 

Fonte: Correio Braziliense

Brasília – A Justiça do Trabalho propôs um acordo entre Correios e carteiros para evitar uma nova greve dos empregados da estatal nesta semana. Apresentada na manhã desta terça-feira, 7, a proposta é que os Correios paguem reajuste salarial integral da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e não apenas 60% desse indicador – como a empresa propôs aos empregados.

A proposta foi apresentada pelo vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Renato de Lacerda Paiva.

O ministro diz que a reposição salarial pela inflação está condicionada à continuidade do trabalho dos carteiros.

Ou seja, se carteiros entrarem em greve, a proposta será retirada e o processo de mediação do TST, encerrado.

O ministro também propõe a manutenção das condições do acordo coletivo firmado para os anos de 2017 e 2018. “Pondero que a presente proposta representa o melhor resultado possível para os trabalhadores”, destacou o ministro.

Em nota, o TST informa que o vice-presidente do Tribunal indicou que a proposta foi bem recebida por parte dos dirigentes dos Correios.

Agora, os trabalhadores terão de dar resposta à proposta até quinta-feira, 9. Já os Correios poderão se responder oficialmente até o dia seguinte, 10 de agosto.

Em julho, os Correios apresentaram proposta de reajuste salarial de 60% do INPC – o que representa aumento em torno de 2,21%, menos que o índice cheio que registra alta de 3,68% em 12 meses.

Essa proposta foi rejeitada em assembleia dos trabalhadores em 26 de julho, quando também programaram nova assembleia nesta terça-feira para eventual greve.

Consumidores vão pagar R$ 1,4 bilhão a mais para cobrir déficit do setor elétrico

 

Fonte: G1

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs nesta terça-feira (7) uma revisão no orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) de 2018. A revisão vai significar um custo de R$ 1,446 bilhão para os consumidores, para abastecer o fundo do setor elétrico. O valor será repassado por meio da tarifa de energia, na conta de luz.

A proposta da Aneel ainda passará por audiência pública entre os dias 8 e 28 de agosto, mas o aumento da CDE já será repassado para as tarifas de energia que forem reajustadas a partir desta terça. A audiência servirá para que sejam discutidos detalhes do reajuste.

O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, afirmou que o reajuste impactará nos próximos processos tarifários. “Por exemplo, hoje nós já deliberamos dois processos. Ele [reajuste] já foi incorporado”, disse.

O fundo financia medidas como pagamento de indenizações a empresas; subsídio à conta de luz de famílias de baixa renda; e compra de parte do combustível usado pelas termelétricas que geram energia para a região Norte do país e para programas como o Luz Para Todos.

O aumento foi proposto depois que a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), responsável por administrar o fundo, verificou que o orçamento da CDE de 2018 seria insuficiente para pagar todas as despesas.

Reajustes

A nova despesa deve ser repassada para todas as tarifas que forem reajustadas ainda este ano. Para as empresas que já passaram por reajuste em 2018, o valor só será incluído na tarifa dos consumidores em 2019.

Um dos pontos que levou à previsão de déficit na CDE de 2018 foram os empréstimos dados às distribuidoras da Eletrobras que serão privatizadas.

Como a privatização das empresas atrasou – a única privatizada até o momento foi a do Piauí – o empréstimo dado às distribuidoras foi prorrogado, o que reduziu o repasse de recursos da Reserva Geral de Reversão (RGR) para a CDE, afetando o orçamento da conta.

Outro ponto de destaque foi o aumento na previsão de gastos com subsídios, como de consumidores de baixa renda e irrigantes. A previsão de gastos com esses descontos tarifários aumentou R$ 1,418 bilhão com relação ao orçamento original da CDE de 2018.

O custo total da Conta de Desenvolvimento Energético em 2018 atualmente é de R$ 18,8 bilhões, com a mudança o custo passará para R$ 19,6 bilhões, um aumento de R$ 783 milhões.

O valor que será pago pelos consumidores é maior do que o aumento da despesa total da CDE porque além de aumento das despesas, houve uma redução de algumas receitas, como os repasses da RGR.

Subsídios

Romeu Rufino afirmou que o aumento do gasto com descontos tarifários, os chamados subsídios, demonstra a necessidade de discutir esses benefícios que acabam pesando na conta de todos os brasileiros.

“Não é de hoje que estamos fazendo esse alerta. A questão do subsídio precisa ser repensada de uma forma mais ampla”, afirmou.

Nesta semana o Senado pode votar um projeto que facilita a privatização das distribuidoras de energia. Uma das emendas ao projeto, aprovada na Câmara, amplia, por exemplo, o alcance do desconto tarifário para os consumidores de baixa renda. O projeto garante gratuidade de tarifa de energia elétrica a famílias de baixa renda até o consumo mensal de 70 kilowatt/hora (kWh).

Essa gratuidade também será paga pela CDE, mas segundo Rufino, ainda é necessário a aprovação, sanção e regulamentação da mudança para que a Aneel avalie quando a medida terá impacto no fundo.

Sociedade Brasileira de Angiologia promoverá check-up gratuito

 

Fonte: Agora RN

A Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular do Rio Grande do Norte (SBACV-RN) realiza no sábado,18, deste mês, o check-up vascular, no pátio interno do shopping Via Direta, de 8h às 13h. Na ocasião, médicos angiologistas, cirurgiões vasculares e residentes da especialidade promovem atendimento à população, com serviço gratuito e individualizado.  A expectativa para  o numero de atendimentos é  aproximadamente 1 mil pacientes.

Informações a respeito de doenças vasculares, como o AVC, a trombose e os aneurismas; problemas de circulação no geral, formas de prevenção e tratamento, orientação quanto aos sinais e sintomas estão entre as atividades da campanha, tudo em estrutura montada com tendas de apoio. A presidente da SBACV-RN, Dra. Liana Berúcia, comenta, “o evento é de grande importância, uma vez que oportuniza e esclarece à sociedade sobre os cuidados que devemos ter com a saúde vascular. O objetivo é alertar, prevenir e diagnosticar as principais enfermidades dessa natureza que acometem a saúde”.

Medidas preventivas como: parar de fumar, reduzir estresse, adotar uma dieta equilibrada com menos gordura, sal e açúcar, evitar bebidas alcoólicas e praticar exercícios físicos regularmente são algumas das principais precauções.

Manutenção na rede da Caern deixa 10 bairros de Natal sem água

 

Fonte: G1 RN

O abastecimento d’água será suspenso nesta quinta-feira (9) em 10 bairros de Natal para a manutenção da Adutora I do Jiqui. De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), após a realização do serviço, o abastecimento será retomado e normalizado em até 48 horas, de acordo com a pressurização da rede.

Serão afetados os bairros de Cidade da Esperança, Candelária, Lagoa Nova, Cidade Nova, Bom Pastor, Capim Macio, Neópolis, Nova Descoberta, Nazaré e Dix Sept Rosado. A recomendação da Companhia é que a população utilize a água disponível de forma racional.

Câmara adia para dia 8 de agosto reunião que pode cassar mandato de Maluf

 

Fonte: Agora RN

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados adiou a reunião que estava marcada para a tarde desta terça-feira, 7, em que a cassação do mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP) seria discutida. A Casa não informou o motivo e a análise do caso foi remarcada para a quarta-feira, 8.

 

Faz mais de sete meses que o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou à Mesa da Câmara que declarasse a perda da função do deputado, mas até agora os parlamentares não se pronunciaram sobre o assunto.

A ordem do STF foi dada depois que Maluf foi condenado pela Corte a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro desviado durante a sua gestão como prefeito de São Paulo. Ele foi preso em dezembro do ano passado e atualmente cumpre prisão domiciliar.

Na decisão, os ministros da Corte argumentaram que o regime fechado era incompatível com o exercício do mandato de deputado federal.

Como o Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) mostrou em junho, integrantes da Mesa Diretora confessaram, nos bastidores, desconforto em cassar o mandato de um parlamentar eleito legitimamente.

O argumento é de que se trata de um caso inédito e que esse tipo de julgamento deveria ser feito pelos 513 deputados no plenário e não por um colegiado formado por apenas sete congressistas.

Por enquanto, as sanções impostas pela Câmara a Maluf foram financeiras, como a retirada do direito ao apartamento funcional que ocupava em Brasília e do salário de R$ 33.763, além da verba de gabinete de R$ 101.971,94 e outros benefícios do cargo.

Eleição presidencial terá o maior número de candidatos em 29 anos

 

Fonte: Agência Brasil

PT e PSDB tiveram candidatos próprios em todos os pleitos

As convenções partidárias confirmaram 13 candidatos à Presidência da República – o segundo maior número desde 1989, quando foram 22 concorrentes, já que o comunicador Silvio Santos teve a candidatura impugnada. Neste período, somente o PSDB e o PT disputaram todas as eleições presidenciais com candidatos próprios.

Partido com maior número de filiados – 2,4 milhões -, o MDB não tinha candidatura própria há quatro eleições. Depois que o ex-governador de São Paulo e ex-presidente do partido, Orestes Quércia, ficou em quarto lugar na disputa de 1994, o MDB transitou entre chapas do PSDB e do PT – legendas que monopolizaram as eleições desde aquele ano.

Após o lançamento do Plano Real, o tucano Fernando Henrique Cardoso venceu a eleição no primeiro turno em 1994, com 54,3% dos votos. Naquele ano, o cardiologista Eneas Carneiro (morto em 2007), conhecido pelo discurso agressivo e o bordão “meu nome é Eneas”, surpreendeu o país conquistando cerca de 4,6 milhões de votos, mais do que Quércia e do que o pedetista Leonel Brizola (morto em 2004).

Em 1998, Fernando Henrique Cardoso foi reeleito, novamente vencendo no primeiro turno, com 53% dos votos. Naquele ano, 12 candidatos participaram da eleição presidencial. As eleições de 2002 marcaram o começo da hegemonia do PT: foram quatro vitórias seguidas, todas contra o PSDB.

Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito e reeleito em 2002 e 2006. Depois, Dilma Rousseff conquistou o Palácio do Planalto em 2010 e foi reeleita em 2014, mas não completou o mandato.

Nas quatro últimas eleições presidenciais, a decisão veio no segundo turno.

Com maçarico, bandidos arrombam caixa eletrônico em agência na Zona Sul de Natal

 

Fonte: G1 RN

Quatro criminosos arrombaram um caixa eletrônico na agência do Banco do Brasil localizada na Avenida Engenheiro Roberto Freire em Capim Macio, na Zona Sul de Natal, na madrugada desta terça-feira (7). De acordo com a Polícia Militar, os homens levaram as quatro gavetas do terminal.

Ainda segundo a PM, os bandidos usaram um maçarico para violar o caixa eletrônico. Quando os policiais chegaram ao local ainda havia fumaça. A polícia realizou buscas, mas até o momento ninguém foi preso. Não há informações sobre a quantia levada pelos bandidos.

A área de autoatendimento da agência está isolada e os atendimentos suspensos.

Incêndio no norte da Califórnia vira o maior da história do estado

 

Fonte: Folha de S. Paulo

Califórnia enfrenta nesta terça-feira (7) o maior incêndio de sua história, que já atingiu uma área no norte do estado equivalente a cidade do Rio de Janeiro, e a expectativa é que o fogo continue na região até o final de agosto, segundo as autoridades.

O recorde aconteceu porque dois grandes incêndios florestais que atingiam a região, o River e o Ranch, se juntaram em um só, que as autoridades chamaram de Mendocino Complex, pois fica próximo da Floresta Nacional de Mendocino (cerca de 200 km ao norte de San Francisco).

O fogo já consumiu uma área de 1148,5 km², praticamente o mesmo tamanho da cidade do Rio ou de Los Angeles, e apenas 30% dele está contido, de acordo com o Calfire (Departamento Florestal e de Incêndios da Califórnia). Até o momento, o maior incêndio em área da história do estado era o Thomas, que em dezembro de 2017 destruiu 1.140 km2.

“Um sistema de alta pressão trouxe um clima mais quente, seco, e fortes ventos à região” disse o Calfire em seu último boletim, na noite de segunda (6). “As equipes de bombeiros tentarão aproveitar a queda da temperatura esta noite para aumentar o combate e manter as atuais linhas de contenção”.

Enquanto o incêndio River está 58% controlado, apenas 21% do Ranch foi contido e o fogo segue se expandindo tanto ao norte quanto ao sul, superando tanto barreiras naturais quanto artificiais.

Cerca de 3.900 bombeiros combatem as chamas com apoio de helicópteros e aviões, incluindo dois  DC-10 e um 747 que lançam água sobre o fogo. O principal objetivo dos bombeiros é proteger as comunidades da região —no momento 9.300 prédios estão sob risco, 75 residências foram destruídas e a maior parte da população já foi retirada do local.

Apesar da área devastada, o Mendocino Complex não é o incêndio mais mortal na Califórnia neste momento.

O Carr, que atinge uma região próxima a capital, Sacramento, também no norte, consumiu 660 km² (semelhante a área da cidade de Ribeirão Preto) e já deixou sete pessoas mortas, além de ter destruído 1.600 prédios. Ele é o sexto incêndio mais destrutivo da história da Califórnia e está 45% controlado.

A última vítima foi um trabalhador que morreu no domingo (5) quando reparava uma linha elétrica em uma área remota do condado de Shasta.

Outro grande incêndio, chamado de Ferguson, levou ao fechamento do turístico parque Yosemite, e está 38% sob controle.

Em todo o estado, 14 mil bombeiros combatem 16 focos de incêndio, que no total já consumiram 2.370 km² (área equivalente a da baixada santista), e o temor é que a situação piore durante a temporada de incêndios, que termina em dezembro.

onda de calor que atinge o hemisfério norte também causou incêndios na Europa, incluindo em Portugal, na Suécia e na Grécia, e deixou outros países em estado de alerta,

A previsão para esta semana na Califórnia é que as temperaturas continuem altas e a umidade baixa, o que pode contribuir para aumentar ainda mais as chamas.

O Pentágono anunciou que enviará 200 soldados para ajudar os bombeiros no combate aos incêndios, que já atingem terras federais. O governo americano já enviou também quatro aviões de carga adaptados com tanques.

O presidente Donald Trump disse que o estado passa por um “grande desastre” e atribuiu a destruição causada pelas chamas às leis ambientais locais, sem mencionar as vítimas.

“Os incêndios na Califórnia estão sendo maximizados pelas más leis ambientais, que não permitem a utilização adequada das grandes quantidades de água facilmente disponíveis”, afirmou ele no domingo.

O estado é um dos principais defensores de uma legislação ambiental mais rígida no país, indo assim de encontro às ideias de Trump, que quer diminuir as regras sobre o assunto.

Fronteira de Roraima com a Venezuela é reaberta

 

Fonte: Agencia Brasil

A pedido do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, foi aberta a fronteira de Roraima com a Venezuela. A informação foi confirmada pela 1ª Vara Federal de Roraima. Segundo a delegacia da Polícia Federal em Pacaraima, a determinação começou a ser cumprida por volta das 10h desta terça-feira(7).

De acordo com a 1ª Vara Federal, a decisão do TRF-1 foi recebida agora de manhã, endereçada ao juiz federal Helder Girão Barreto, responsável pela liminar que determinou o fechamento da fronteira, sob a justificativa de impedir a entrada de imigrantes daquele país.

A decisão do TRF-1 atende a recurso da Advocacia-Geral da União (AGU), que recorreu ontem (6) da liminar concedida por Barreto. Em nota, a AGU informou que o TRF-1 reconheceu “grave violação às ordens pública e jurídica”, apontada anteriormente por ela, e que a suspensão da entrada de imigrantes contraria o objetivo principal da ação ajuizada pelo Ministério Público Federal e pela Defensoria Pública da União.