Cresce número de denúncias contra paredões de som em Natal

 

Fonte: Tribuna do Norte

O número de denúncias dos casos de poluição sonora em Natal duplicou no primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2018. Os dados são do balanço parcial realizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb). Os alvos principais das reclamações envolvem o uso de paredões de som, que são proibidos por lei.  Ao todo, foram registradas 221 denúncias sobre abusos na intensidade do som até o fim da semana passada.

Em janeiro de 2018 foram recebidas 36 denúncias, no comparativo a 2019, esse número chegou a 59.  Já em fevereiro de 2018, a Semurb recebeu o total de 20; em 2019, 67. Enquanto que no mês de março do ano passado obteve 18 reclamações de poluição sonora, já em 2019 foram 73. E por fim, em abril, de 2018, a secretaria fechou o mês com 28 denúncias e em menos da metade de abril deste ano, já são 22 denúncias registradas.

Para o supervisor de fiscalização de Poluição Atmosférica e Sonora da pasta, Gustavo Szilagyi, a participação da sociedade foi o fator decisivo para esse crescimento no número de denúncias. “Os números do balanço revelam o quanto à comunidade acredita no trabalho desenvolvido pela Semurb, a fim de garantir à ordem e a manutenção do sossego”, diz. 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *