Em Natal, agentes de saúde e endemias continuam parados

 

Fonte: Tribuna do Norte

A greve dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias completa 25 dias nesta terça-feira (14). Em curso desde o dia 19 de outubro, a paralisação parcial das categorias tem prejudicado o trabalho das Equipes de Saúde da Família e descontinuado ações de prevenção de arboviroses como dengue, chikungunya e zika em Natal. Atualmente cerca de 1.400 agentes atuam na capital do Rio Grande do Norte, e o Sindicato dos Agentes de Saúde (Sindas-RN) informou que “todos os dias” novos profissionais aderem ao movimento: “Até ontem éramos 465 agentes em greve, e a tendência é que esse número aumente”, acredita Carlos Alexandre, diretor da entidade.

O sindicalista informou que já houve conversas com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e que a categoria aguarda o agendamento de audiência com o prefeito Álvaro Dias para definir os próximos passos do movimento. “Ainda não marcaram nada, estão ignorando nossa greve. Enquanto isso a população sofre as consequências”, disse Alexandre.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *