Equipe de Paulo Guedes critica omissão da Casa Civil na articulação das reformas

 

A Casa Civil não ajuda nada na articulação para aprovar projetos importantes, como a Medida Provisória da Liberdade Econômica ou a reforma da Previdência, segundo se queixam integrantes do time de Paulo Guedes no Ministério da Economia. Para os assessores de Guedes, a condição de “superministério”, provoca um certo ciúme nos demais ministros, sobretudo aqueles, como Onyx Lorenzoni, que rivalizam com Guedes no “protagonismo” do governo Jair Bolsonaro. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O secretário especial da Previdência, Rogério Marinho, é tido como o maior articulador político do governo, na aprovação de reformas.

Ao contrário da Casa Civil ou da Secretaria de Governo, assessores do Ministério da Economia negociam apoio com cada parlamentar.

A Casa Civil e os articuladores oficiais não se moveram para aprovar a MP da Liberdade Econômica, considerado um grande avanço.

Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Luiz Ramos (Articulação) são considerados prováveis substituições em uma minirreforma.

Fonte: Diário do Poder

Comentários


Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/98fmnatal/www/wp-includes/functions.php on line 4789

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.