Exames descartam hipótese de coronavírus em paciente isolado no Giselda Trigueiro


Compartilhe esse post

O primeiro caso suspeito de coronavírus no Rio Grande do Norte está praticamente descartado. A TRIBUNA DO NORTE confirmou que o paciente é um jovem de 25 anos, modelo, que deu entrada no Hospital Giselda Trigueiro, em Natal, alegando estar com sintomas da doença. Ele está isolado e recebeu visita de familiares na manhã desta quinta-feira  (13).

Segundo o diretor da unidade, o médico infectologista André Prudente, o homem, natural de Baía Formosa,  alegou contato com chineses no último dia 20 de janeiro, em um hotel da praia de Pipa, em Tibau do Sul, na Grande Natal. Os exames iniciais, de urina, sangue e respiratórios, descartam a hipótese do vírus oriundo da China.

Créditos: Magnus NascimentoAndré Prudente, Diretor do Hospital Giselda Trigueiro, afirmou que deve ser tratar de doença respiratória comumAndré Prudente, Diretor do Hospital Giselda Trigueiro, afirmou que deve ser tratar de doença respiratória comum
“Ele está muito bem, praticamente descartado o caso, deve ser outra doença respiratória comum. Vínculo epidemiológico muito fraco, colhemos exames e vamos aguardar. Mas não há motivo de pânico porque provavelmente não é um caso de coronavírus, conta à TRIBUNA DO NORTE.

Ainda de acordo com o diretor André Prudente, o homem alega ter leucemia e procurou um hematologista nesta quarta-feira para falar dos sintomas, sendo encaminhado para o Giselda Trigueiro.

“O tempo que ele relata ter se encontrado com os chineses, já é um tempo meio fora do período de transmissão. O próprio quadro clínico dele, não teve alterações típicas da doença. 99% de chance de ser descartada. Obviamente que tem que ser investigado, como tem o relato de contato com os chineses, possivelmente doentes, porque não conseguimos encontrá-los, mas clinicamente está descartado”, disse.

Atualmente, ele está numa ala isolada da unidade, preparada especificamente para casos da doença. O RN foi o primeiro Estado do Brasil a ter um protocolo oficial por parte das autoridades em Saúde para o coronavírus.
 
Boato

Desde o início desta quinta-feira, circulam relatos em redes sociais levantando a possibilidade de que o paciente tenha inventado que estivesse com os sintomas. A TRIBUNA DO NORTE entrou em contato com uma pessoas ligada às investigações sobre o caso e ela afirmou que há a possibilidade de que paciente tenha mentido sobre os sintomas e possibilidade de ter sido contagiado pelo coronavírus. O relato de situações inconsistentes sobre o possível encontro com os chineses em dois hotéis diferentes, aliado aos resultados iniciais dos exames, fizeram com que os médicos praticamente descartassem o caso.

 
Atualizada às 16h02
Fonte: Tribuna do Norte

Compartilhe esse post

Ler Anterior

Servidores e acompanhantes do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel têm o fornecimento de refeições retomado

Ler Próximo

Japão registra primeira morte pelo novo coronavírus

Envie uma mensagem para o setor responsável.
WeCreativez WhatsApp Support
Flávio Amorim
Comercial
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Sheyla
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Vanessa
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
98 FM
Pedir Música
Acessível