Justiça sequestra valores de contas bancárias usadas por suspeitos de tráfico de drogas no RN

 

Fonte: G1 RN

A Justiça autorizou o sequestro de valores depositados em três contas bancárias de pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas no Rio Grande do Norte. O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual (MPRN) e é relacionado à Operação Lei e Ordem, deflagrada em 21 de dezembro, em Angicos. Além disso, a Justiça converteu as prisões de cinco pessoas em preventivas.

O valor existente nas contas bancárias bloquadas não foi divulgado pela Justiça.

Durante a operação, em dezembro de 2018, foram apreendidos um revólver calibre 38, um simulacro de fuzil, cerca de 1 quilo de maconha e quatro motocicletas. Cinco pessoas foram presas e um adolescente foi apreendido. Todos são suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação Lei e Ordem é fruto de um trabalho investigativo realizado pelo MPRN, através da Promotoria de Justiça de Angicos, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Militar, após a percepção do aumento no número de crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas na cidade.

A Promotoria de Justiça de Angicos permanece à disposição da população, para receber notícias de fatos criminosos através do Disque Denúncia 127 do MPRN, que funciona como um canal direto para denúncias de crimes em geral. Basta o cidadão ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *