Manchas de óleo atingem parrachos de Maracajaú

 

As manchas de óleo que vem aparecendo desde o início de setembro no litoral nordestino atingiram, também, os parrachos de Maracajaú, um dos principais pontos turísticos do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação de Maxaranguape, município onde os parrachos estão localizados, e reforçada pelo secretário de Meio Ambiente local, Flávio Farias.

Litoral reúne muitas qualidades turísticas e a praia de Maracajaú é o destaque do município, com um cenário de lagoas para esportes, mergulhos e gastronomia

Esta é a 39ª localidade atingida pelas manchas no território potiguar. O RN é o estado brasileiro com maior número de focos de resíduos registrado.

Limpeza
Os 11 municípios do Rio Grande do Norte com registro das manchas de petróleo, distribuídas em 43 pontos, não têm estrutura para realizar a limpeza adequada do material, avalia o procurador da República, Victor Mariz. Um relatório do Ibama, datado de 6 de outubro, indica que apenas Nísia Floresta e Parnamirim estão com equipes realizando a limpeza.

Segundo o procurador, a maior parte das cidades não tem pessoas capacitadas e equipamentos (proteção pessoal e bombas de sucção, por exemplo) para retirar o material. Essa avaliação também foi feita pelo Idema, que desde a semana passada auxilia os municípios. Ainda nesta semana, o órgão vai se reunir com as prefeituras e com a Defesa Civil do Estado para determinar ações e discutir se vai ser decretado estado de emergência.

Localidades afetadas pelo petróleo no Rio Grande do NorteAreia Preta
Baia Formosa
Barra do Cunhaú
Barra do Rio
Barreira do Inferno
Barreta
Búzios (Rio Doce)
Cabo de São Roque
Calcanhar
Camurupim
Caraúbas
Cotovelo
Foz do Rio Catu
Foz do rio Pirangi/Pium
Jacumã
Jenipabu
Maracajaú
Muriú
Parrachos de Maracajaú
Perobas
Pipa
Pirambu
Pirangi do Sul
Pirangi do Norte
Pirambúzios
Praia de Alagamar
Praia do Amor
Praia do Giz
Praia do Forte
Ponta Negra
Redinha
Rio do Fogo
Rio Punaú
Sagi
Santa Rita
Simbaúma/das Minas
Tabatinga/Tartarugas
Touros
Via Costeira
Zumbi
Número de áreas atingidas na região nordeste
Alagoas:     13
Ceará:     10
Maranhão:     11
Paraíba:     16
Pernambuco:     19
Piauí:     2
Rio Grande do Norte:     43
Sergipe:     10
Bahia:     2Fonte: Ibama

Recomendações
Evite contato com o resíduo;
Se ocorrer contato com a pele, higienize a área afetada com gelo e óleo de cozinha;
Em caso de ingestão ou reação alérgica, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima;
Entre em contato com a prefeitura para informar a localização da mancha;

Ao encontrar um animal contaminado:
Evite contato com o mesmo;
Proteja-o do sol;
Não devolva o animal contaminado para o mar;
Informe o paradeiro do animal ao Projeto Cetáceos Costa Branca (99943-0058, WhatsApp e 24h)

Fonte: Tribuna do Norte

Comentários


Notice: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/98fmnatal/www/wp-includes/functions.php on line 4597

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.