BUSCAR
BUSCAR
61,5% da população de Natal concorda com o uso da Ivermectina para tratar a Covid-19
Foto: Divulgação

Em pesquisa divulgada nesta terça-feira (16) pela Consult em parceria com Sistema Tribuna de Comunicação, 61,5% dos entrevistados responderam que avaliam como certa a iniciativa da Prefeitura de Natal de distribuir “medicamentos para evitar ou diminuir a força do coronavírus nas pessoas e adotar esses remédios no protocolo de tratamento da doença (ivermectina, azitromicina)”.

A pesquisa foi realizada em Natal, onde 8,63% das pessoas avaliaram como muito certa a distribuição de medicamentos para tratar a Covid, enquanto 17,75% consideram errada e 2% muito errada. 10,13% afirmaram que não sabem.

Diante da pergunta “o governo do Estado é contra a distribuição de medicamentos e protocolos médicos que indiquem a ivermectina e azitromicina. O Sr. (a) acha que essa posição do governo é?”. 61,38% disseram considerar errado o posicionamento e 3,38% muito errada; enquanto 20,25% afirmaram avaliar certa e 2,5% muito certa. 12,5% disseram não saber.

De acordo com a pesquisa, A maioria da população de Natal (64,13%) é favorável a “permitir o funcionamento do comércio, prestadores de serviço, bares e restaurantes, com determinação de horários diferentes, dependendo das atividades”, enquanto o “fechamento das praias aos sábados e domingos e feriados” é apontado como certo por 56,75% dos natalenses e muito certo por 11,75%.

A medida de “fechar o comércio, empresas e prestadoras de serviço, bares e restaurantes e proibir a circulação das pessoas nas ruas, permitindo apenas o funcionamento dos serviços essenciais tem o apoio apenas 27,13% dos ouvidos na sondagem. Ainda há 8,8% que afirmam “não saber dizer qual seria a melhor opção”.

 

 

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]