Série D: ABC estreia com vitória

Valeu pela vitória, mas o futebol do ABC ficou devendo

O ABC entrou com um time “mexido” para enfrentar o Treze com alguns titulares poupados e outros em recuperação no Departamento Médico.

Na zaga entrou Alisson Cassiano, Marcos Antônio fez a lateral-esquerda, Allef fez dupla com Vinicius Paulista, Filipe Cirne entrou na meia e no ataque, Vitinho e Ederson.

Uma formação diferente mas que apresentou as mesmas deficiências, o time não evoluiu mesmo jogando contra  um Treze sem vários titulares. O ABC teve uma oportunidade com Filipe Cirne e outra com Marcos Antônio que pararam no estreante João Guilherme.

Com as mudanças no primeiro tempo ficou evidenciada a falta de entrosamento. Do ponto de vista técnico  foi um primeiro tempo muito ruim.

Fernandinho, o melhor jogador do Treze foi expulso por volta dos 35 do primeiro tempo.

Na segunda etapa, Moacir  Júnior fez as entradas de  Denner que mais uma vez pouco acrescentou.  Entraram ainda Claudinho, João Vitor ,Ramon Baiano e Wallyson que  tentou dar mais qualidade do meio para frente no ABC e marcou o gol da vitória cobrando pênalti.

Fica cada vez mais clara a urgente necessidade de reforços no ABC, sem qualificar esse elenco Moacir Júnior não vai conseguir sequenciar um bom trabalho na D.

Valeu muito pela vitória, pelos três pontos mas em nível de desenvolvimento, de futebol com qualidade o que se viu no Amigão preocupa.


Ler Anterior

Homem anuncia assalto a religiosos, pastor faz oração e suspeito morre no local; ENTENDA

Ler Próximo

CBF: Conselho de Ética decide afastar Rogério Caboclo da presidência após denúncia de assédio sexual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *