ABC começa maratona de jogos a partir do clássico de domingo

Sobreposição de datas, viagens, desgaste físico e um elenco reduzido em quantidade e qualidade

Maratona de jogos, mais um desafio para Moacir Júnior. Foto: Instagram

É pesada a sequencia de jogos do ABC a partir do clássico de domingo (23) contra o América valendo pela sexta rodada da fase classificatória do segundo turno do Estadual.

No dia 27, quinta-feira, tem o ASSU fechando a fase. Caso chegue para disputar a final do segundo turno, a tabela marca o jogo único para o dia 30 de maio.

Dia 2 de junho pega a Chapecoense em Chapecó pela Copa do Brasil e em seguida, domingo (6) estreia pela Série D jogando em Campina Grande contra o Treze. Três dias depois, no dia 9 tem a volta contra a Chape no Frasqueirão.

Uma sobreposição da datas que requer atenção redobrada dos departamentos físico e médico do ABC. E o elenco? Reduzido em quantidade e qualidade, com poucas opções para o treinador Moacir Júnior trabalhar.

Moacir Júnior

Algumas criticas sobre o desempenho do time do ABC sob o comando de Moacir Júnior eu entendo como precipitadas. Se o torcenauta observar com atenção vai ver que em nível tático o time mudou. Diferente do ABC que começou a temporada, hoje o ABC tem variações, é um time que joga para frente sempre na busca do gol e que no que compete ao treinador evoluiu.

O “xis” da questão é que a qualidade técnica dos elenco é rasa, é anêmica, é fraca. Não tem Moacir Júnior e treinador nenhum capaz de extrair da maioria do elenco mais do que estão dando em campo. O grande desafio vai ser remontar o elenco às portas do Brasileiro.

Ou qualifica o elenco ou o ABC vai ser uma máquina de moer treinadores.

 


Ler Anterior

Bolsonaro negocia alterações em projeto que muda ICMS sobre combustíveis

Ler Próximo

Fiart abre neste sábado inscrições para Festival Parafolclórico; premiações são de até R$ 3 mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *