ABC e América na corda bamba

ABC e América com dificuldades no Estadual, imagine no Brasileiro da Série D

ABC e América não podem vacilar no segundo turno do Estadual. Qualquer empate pode ser fatal, qualquer derrota é fatal. Dirigentes de ABC e América precisam ter ousadia. Não podem continuar contratando do jeito que fizeram até agora, trazendo apostas ou jogadores de qualidade técnica duvidosa. Caxito, Clebinho, Calbergue, Pedrinho, João Paulo, Geovani no América. Victor Lindemberg, Janderson, Marcos Antônio, William Anicete no ABC, apenas para citar alguns.

Não existe almoço grátis e nem jogador de futebol a custo zero. Jogador “bonzinho” além de não resolver incha o elenco, o que nenhum treinador gosta. Quem acompanha o Tocando a Bola da 98 sabe que não é de agora ou apenas pela eliminação do América que venho batendo nesta tecla.

É muita clara a fragilidade técnica da dupla ABC e América, em que pese o ABC ter avançado na Copa do Brasil, mas ninguém tem o direito de se iludir, principalmente os dirigentes principalmente os responsáveis pelas contratações. Em um campeonato onde os dois são sempre favoritos, o ABC não consegue sequer chegar na decisão de um turno e o América chega mas apanha do Globo que até dias antes da competição não sabia sequer se iria participar. Será que quem está dentro de ABC e  América não consegue enxergar a realidade ?

O ABC mudou o treinador mas até o momento os reforços apresentados e que não são da conta de Moacir Júnior são comuns e chegam sem atuações expressivas nos clubes de onde vieram. Claudinho do Novo Hamburgo e Felipe Cirne, do Capital do Distrito Federal. Claudinho com um pouco mais de destaque no anilado gaúcho.

O América com Evaristo Piza vem apresentando um mesmo modelo de jogo, seja contra o Cruzeiro, Força e Luz ou Santa Cruz, o tal futebol reativo e na base dos contra ataques. Venceu o Potiguar mas não convenceu e contra o Globo depois que sofreu os gols não teve capacidade de reação, nem tática e nem técnica.

Em comum, os dois, ABC e América tem limitações financeiras e o time rubro ainda com o componente do racha politico e do isolamento do presidente Ricardo Valério. Um cenário preocupante dentro de fora de campo, mas insisto que é preciso ousadia dos dirigentes, é preciso sair da mesmice e das apostas.

Apostas devem ser feitas em jogadores da base. Montagem de elenco não é para qualquer um. Ou sabe ou não sabe. Ousadia para evitar o pior. Já imaginaram o Potiguar engrossando no returno?

Resumo da ópera? Um dos dois ou os dois, ficarão sem calendário em 2022, correto? O Globo já garantiu vaga na Copa do Brasil e na Série D. Em jogo no segundo turno, a segunda vaga da Copa do Brasil e da Série D. A vaga da Copa do Nordeste direto para a fase de grupos é do Campeão Estadual, ficando a vaga para a seletiva para a equipe melhor ranqueada pela CBF.

E tem outro complicador para ABC e América que é o Potiguar. Time de Luciano Quadros mostrou as credenciais está reforçando, mostrou qualidade e é candidato neste segundo turno.

ABC e América estão na corda bamba!

 


Ler Anterior

Natal inicia hoje vacinação de idosos de 76 anos com 2ª dose da Coronavac

Ler Próximo

Manifestantes pró-Bolsonaro “espancam” fotos de Fátima e ministros do STF durante protesto em Natal; VEJA VÍDEO