BUSCAR
BUSCAR
ABC vence dentro de casa e o América toma a virada em 2 minutos

Por: Yuri Rocha

ABC e América entraram em campo pela última rodada da fase de grupos, e terminaram a primeira fase em primeiro colocado e em terceiro respectivamente, o alvirrubro foi ultrapassado pelo Campinense que venceu o Caucaia. O ABC teve  o privilégio de rodar elenco sem se preocupar em perder a liderança, o técnico Moacir deu minutagem para aqueles que não vinha tendo oportunidades e para aqueles que chegaram a pouco tempo, como Alan Dias, Sueliton e Alexandre. Assim como o ABC, o América também promoveu mudanças, deu rodagem para aqueles que não vinham tendo oportunidades, com a diferença que precisava do resultado para permanecer na segunda posição e não aconteceu.

ABC vence o Treze e se mantém líder isolado

Logo no primeiro minuto de jogo o ABC abriu o placar após uma falha bisonha da defesa da equipe do Treze, o zagueiro foi tentar cortar e acertou um belo chute no goleiro e a bola foi morrer no fundo das redes. Com as mudanças, as características de jogos foi alterada, o alvinegro permaneceu mais com a bola, troca de passes rápidas e com um meia que mostrou qualidade e facilidade em fazer a bola girar que é o Alan Dias, bastante participativo.

O ABC seguiu melhor na segunda etapa, com as modificações o rendimento da equipe caiu.

O alvinegro que já era superior, com um homem a mais continuou atacando, mas sem objetividade e errando no último terço do campo, finalizando de qualquer forma e facilitando a vida do goleiro do Central. Após uma boa jogada pela lateral do campo a bola foi lançada a área e o garoto da base, Ferreira, ampliou o placar e marcou o segundo gol do ABC. Finalizou bem a fase de grupos, uma vitória com uma rodagem de elenco faz bem para o grupo e para o técnico entender com quem pode contar.

América perde para o Central e termina a fase de grupos em terceiro colocado

Em lance de transição rápida o América conseguiu abrir o placar com Luiz Henrique, Patrick Alan roubou a bola no meio de campo e lançou o camisa 9 em velocidade para receber, chutar e abrir o placar. O alvirrubro sem entrosamento falhou muito no chamado último passe, o Central não ofereceu perigo e faltou ao América sede no pote pra pressionar e tirar proveito da fraca defesa do Central.

Um jogo improdutivo do lado do América, se tirar como parâmetro a fraqueza da equipe do central, se for pra o jogo jogador, um jogo onde o alvirrubro tinha como obrigação fazer valer a superioridade na partida, mas não matou o jogo e a equipe do Central que não oferecia perigo, virou a partida com Pedro Maycon, que em 2 minutos marcou dois gols, duas falhas do sistema defensivo do América. Mais um jogo dominado que o América deixa escapar a vitória, e na véspera de um mata a mata isso pode ser crucial.

Essa Série D é decisiva para o América, que se não subir não terá em seu calendário o campeonato brasileiro, é uma temporada crucial, não se pode cometer os mesmos pecados do inicio da temporada, em fase final de competição o time tem que estar no ápice do entrosamento e de seu futebol, sendo consistente e com modelos de jogo pré definidos, o América vem apresentando problemas defensivos desde a chegada de Renatinho e o treinador não conseguiu solucionar este problema, o técnico tem boas opções para o sistema ofensivo, já o defensivo é o calo da equipe.

A competição agora virou a chave, não se pode cometer os mesmo erros, tem que ser jogos consistentes, objetivos e de mínimos e imperceptíveis erros para a conquista do objetivo final.

Os clássicos para segunda fase

Castanhal-PA x Moto Club-MA
Itabaiana-SE x América-RN

4 de Julho-PI x Penarol-AM
ABC-RN x Retrô-PE

Guarany de Sobral-CE x Galvez
Campinense-PB x Sergipe-SE

São Raimundo-RR x Paragominas-PA
Juazeirense-BA x Atlético-CE

Aparecidense-GO x Caldense-MG
Cascavel-PR x Cianorte-PR

Boa Esporte-MG x União Rondonópolis-MT
Portuguesa-SP x Caxias-RS

Ferroviária-SP x Brasiliense-DF
Santo André-SP x Esportivo-RS

Nova Mutum-MT x Uberlândia-MG
Joinville-SC x Bangu-RJ

Divididos em oito chaves de quatro clubes, os vencedores dos duelos se enfrentam nas oitavas de final. Ao fim, os quatro clubes que chegarem às semifinais do Brasileirão Série D garantem o acesso à terceira divisão do futebol nacional do ano de 2022.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]