Advogado do ABC fala sobre bloqueio de cota da Copa do Brasil

Ricardo Furtado se disse surpreso e que o clube está pagando o Acordo Trabalhista rigorosamente em dia

Leandro Santos de Jesus, Makelelê. Foto: Divulgação

O diretor Jurídico do ABC, Ricardo Furtado falou com o blog sobre o bloqueio de metade da cota da Copa do Brasil, depois de eliminar a Chapecoense.

O valor de 1 milhão 350 mil reais é para o pagamento de dívidas trabalhistas de Makelê e outros 42 processos.

O bloqueio foi solicitado na noite de quarta-feira (09) logo depois da  classificação do ABC na Copa do Brasil.

Ricardo Furtado disse que ” a gente amanheceu na quinta-feira  com uma  bomba e uma notícia que nos preocupa muito ”

Ricardo Furtado lembra a formalização do Ato Trabalhista

Leia também

ABC: Justiça do Trabalho bloqueia cota da Copa do Brasil

O treinador Moacir Júnior disse que este tipo de problema não chega ao grupo

” Estamos envolvidos em três competições, este problema que se fala não foi provocado pelo presidente Bira Marques e é preciso dizer que o clube está em dia com todo mundo, inclusive com a premiação pela conquista do segundo turno do Estadual. Nosso pensamento agora é no no Sousa no domingo, depois o Globo. Vamos continuar trabalhando e queremos continuar dando alegrias ao torcedor”.


Ler Anterior

São Gonçalo começará a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos; SAIBA QUANDO

Ler Próximo

Bolsonaro volta a defender desobrigação de máscara para vacinados, mas diz que decisão será de governadores