Agripino critica Bolsonaro por aglomerações: “Exemplo do presidente está nos custando muitas vidas”

(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Por Redação

O ex-senador e ex-governador José Agripino Maia, líder do DEM no Rio Grande do Norte, usou as redes sociais neste domingo (18) para defender a adesão ao isolamento social e para criticar o comportamento do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia da Covid-19.

Em um curto comentário no Twitter, Agripino sugeriu que, ao não estimular o cumprimento das medidas preventivas de saúde, Bolsonaro é responsável pela morte de brasileiros em decorrência do coronavírus e também pela crise econômica gerada pela extensão da pandemia.

“Comprar vacina custa muito dinheiro. Manter distanciamento social só custa engajamento e compreensão. O exemplo do presidente da República está nos custando muito dinheiro e muitas vidas”, enfatizou Agripino.

Durante o fim de semana, Bolsonaro desrespeitou mais uma vez as recomendações feitas pelo próprio Ministério da Saúde para frear a disseminação do coronavírus. Sem usar máscara, o presidente promoveu uma aglomeração na cidade de Goianápolis, no interior de Goiás, no sábado (17).

Bolsonaro cumprimentou apoiadores, alguns deles também sem máscara, incluindo idosos e crianças. A visita do presidente ocorre num momento em que o país tem superado, diariamente, mais de 3 mil mortes por Covid-19.

Em entrevistas e declarações públicas, Agripino tem feito críticas a Bolsonaro no que diz respeito às medidas de enfrentamento da pandemia. O ex-senador condena aglomerações motivadas pelo presidente e tem pedido prioridade máxima na busca por vacinas.

“Jair Bolsonaro está em desprestígio. Ele é um presidente errático. Os conceitos dele até que podem não ser condenados, mas o vaivém das opiniões, os conflitos desnecessários, as opiniões exageradas, excessivas, erráticas, isso sim, estão fazendo com que Bolsonaro esteja em baixa”, enfatizou, em entrevista recente.


Ler Anterior

Globo, América e ABC “vivos” na briga por duas vagas na final do turno

Ler Próximo

Ex-pastor evangélico é preso após furtar caminhão-pipa em Mossoró