BUSCAR
BUSCAR
Álvaro Dias crítica toque de recolher e diz “pandemia mata, mas fome mata também”

Por redação

Em entrevista ao Repórter 98 na noite desta segunda-feira (8), o prefeito Álvaro Dias criticou a nova medida do toque de recolher aos domingos, adotada pelo Governo do RN nesta sexta-feira (5). O prefeito questionou a legitimidade do Governo do RN em relação as restrições e disse considerar um absurdo a prisão de cidadãos de bem por não cumprir um toque de recolher.

“Nós estabelecemos o nosso próprio decreto, tentando encontrar um ponto de equilíbrio entre a prevenção a saúde das pessoas e a manutenção dos empregos, por que a pandemia pode matar, mas fome mata também”, disse Álvaro.

Segundo o prefeito, a relutância do governo municipal com o toque de recolher decretado pelo estado se deve ao desemprego e impossibilidade da população de trabalhar para conseguir sobreviver. “Se as pessoas começarem a ficar desempregadas, mais do que já estão, sem ter condições de ter o seu salário, o seu sustento, a sua sobrevivência, de fazer a sua feira, como é que essas pessoas vão se manter também?”, declarou.

Álvaro Dias disse que a prefeitura chegou a se reunir com a governadora, mas não ouve concordância entre os poderes, pois o que deveria ser um diálogo de propostas e soluções, foi apenas uma reunião para o Governo  “ditar o que já havia decidido”.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]