América divulga prestação de contas com nota técnica

Presidente Ricardo Valério detalha a prestação de contas do clube

 

América divulga prestação de contas com nota técnica. Foto: Divulgação

Seguindo o que vinha sendo feito e dentro da política de absoluta transparência implantada na atual administração, o presidente Ricardo Valério divulgou o balancete de setembro de 2020.

“Doravante, para facilitar a compreensão de todos e ampliar os entendimentos, a peça contábil será acompanhada de comentários esclarecedores da evolução contábil e econômica”, disse o dirigente.

Assim, comparativamente ao balancete de agosto, houve um aumento nas receitas totais da ordem de 24,54%, sendo em valores nominais tido se obtidos R$ 332.400,32 em agosto e R$ 415.332,00 em setembro, registrando-se um aumento de receitas de R$ 82.931,68, fruto da volta do patrocínio de Arenas das Dunas e cotas liga Nordeste, além de uma maior arrecadação sócio torcedor/conselheiros.

Por outro lado, houve uma queda na receitas provenientes na arrecadaçãodos aluguéis, muito mais pela posição atípica do mês passado, quando foram recuperados os pagamentos dos imóveis em atrasos do período da pandemia.

Já do lado das despesas, com a chegada de novos atletas há um aumento nas despesas de pessoal fruto também de algumas indenizações de rescisões ocorridas no período em questão.

“O prejuízo operacional de R$ 11.565,51 tem que ser considerado ainda como muito razoável dentro do quadro gravíssimo provocado pela pandemia e agravado para o futebol que equivocadamente continua sem público, onde os times estão pagando para jogar , fora os elevados custos do futebol profissional. Ainda assim, conseguimos reduzir os prejuízos operacionais entre agosto e setembro/2020 em 73.54%, tendo em vista que o resultado negativo do mês passado foi da ordem de
R$ 43.715,23 e baixamos agora em setembro para apenas R$ 11.565,51”, explicou Valério que complementou. “Não vamos nos iludir, tendo em vista que as preocupações somente aumentam em muito para a gestão do América, pois não temos mas gorduras acumuladas do restante das receitas de premiação da Copa do Brasil e do Nordeste, além de algumas antecipação de receitas do sócio torcedor, totalmente necessária que tivemos que fazer , diante da crise da Coronavírus, para manutenção dos salários dos nossos jogadores e demais obrigações do clube, inclusive para parcelamento das dívidas trabalhistas anteriores, que vem sendo pagas rigorosamente em dia”, finalizou.

 


Ler Anterior

Obra da orla de Ponta Negra inicia próxima semana, diz secretário

Ler Próximo

Prefeitura retoma serviços de tapa-buraco em Natal