Após saída de Caboclo, CBF e Conmebol se reúnem para definir detalhes da Copa América

Coronel Nunes, o vice mais antigo da CBF assume mais uma vez o cargo de Presidente da entidade

Coronel Nunes assume a Presidência da CBF e trata detalhes da Copa América. Foto: Lucas Figueiredo

O Lance

Após o afastamento de Rogério Caboclo da presidência da CBF, a entidade e a Conmebol se reuniram para definir detalhes da realização da Copa América no Brasil, segundo a coluna do Rodrigo Mattos, do “Uol”. O principal ponto da conversa era relacionado a organização da logística de viagens das seleções.

Leia também

Após denúncia, Conselho de Ética afasta Rogério Caboclo da presidência da CBF

Rio de Janeiro, Brasília, Cuiabá e Goiânia são as sedes do torneio, mas cada seleção deve ficar concentrada em seu próprio país. Além disso, há cerca de mil pessoas envolvidas na realização de eventos, como árbitros e imprensa para a transmissão das partidas. E a Conmebol não dará conta de vacinar todo mundo, como previsto inicialmente.
Não há nenhuma intenção da instituição em cancelar o evento e Jair Bolsonaro mantém apoio a realização do campeonato. Há acordos comerciais que giram em torno dos R$ 40 milhões que a entidade sul-americana não pensa em abrir mão.

Afastamento

Após ser acusado por assédio sexual e moral por uma funcionária, Rogério Caboclo foi afastado da presidência da CBF no último domingo pelo Comitê de Ética que investiga o caso. Os atletas e a comissão técnica da Seleção Brasileira planejam um manifesto e um discurso que deve ser feito ainda nesta terça-feira após o duelo contra o Paraguai pelas Eliminatórias.

Do blog

Mudança só no “papel”

A posse temporária de Antonio Nunes, não vai mudar em nada a engrenagem da CBF mas coloca um ponto final em uma eventual demissão de Tite do comando da Seleção. O Coronel Nunes não vai chamar para ele a responsabilidade da demissão do treinador da seleção, que pode sim pedir demissão.

Afastado da presidência, Rogério Caboclo vai continuar dando as cartas até que seja definida a situação dele pelo Conselho de Ética da CBF, assim como seguem tendo influência na entidade o ex-presidente Marco Polo Del Nero, “padrinho” de Caboclo.

Com uma saída definitiva de Caboclo, o favorito para uma nova eleição é o mineiro Castellar Neto.

 

 


Ler Anterior

Covid: Parnamirim amplia vacinação para todos os profissionais de educação que atuam no município

Ler Próximo

Inscrições para concursos do Itep/RN e da UFRN acabam hoje (7); saiba como se inscrever

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *