BUSCAR
BUSCAR
Assassinato de João Alberto provoca manifestações pelo país

Protestos antirracistas foram registrados em Porto Alegre (RS) e em outras capitais brasileiras, nesta sexta-feira (20), após a morte de João Alberto Silveira Freitas. Ele foi espancado e morto por dois homens brancos que faziam a segurança de uma unidade do Carrefour na capital gaúcha. Os suspeitos tiveram prisão preventiva decretada. Laudo inicial aponta que o soldador, de 40 anos, foi morto por asfixia.

Em Porto Alegre, os manifestantes fizeram um ato em frente ao Carrefour onde o homem negro foi assassinado. No Rio de Janeiro e em Brasília, manifestantes entraram em unidades da rede de supermercado. Em São Paulo, houve depredação em uma das lojas. Leia a matéria completa aqui.

Fonte: G1

Foto: Reprodução/Redes sociais
Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]