Assembleia do RN aprova criação do Dia de Conscientização e Combate às Fake News

Deputado autor afirma que projeto tem cunho educativo e pedagógico e também coincide com o Dia Internacional do Direito à Verdade, instituído em 24 de março

Deputados durante sessão nesta terça-feira (27) – Foto: ALRN / Reprodução

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta terça-feira (27), um projeto que institui, no calendário oficial do Rio Grande do Norte, o Dia Estadual de Conscientização e Combate às Fake News. O projeto é de iniciativa do deputado Hermano Morais (PSB).

No total, foram votados três projetos pelos parlamentares e dois decretos de calamidade pública dos municípios.

Os outros dois projetos aprovados são o que considera como patrimônio cultural e imaterial do RN o grude de Extremoz e o que determina a disponibilização gratuita, pelas operadoras de telefonia e internet móvel, do acessos a sites, redes sociais e streaming sem contabilizar do pacote de dados dos clientes durante o período de aplicação das medidas referente à contenção da pandemia. Ambos também de iniciativa de Hermano, que agradeceu o apoio dos colegas.

“Destaco a questão das fake news que têm prejudicado muito a coletividade e esse projeto tem o cunho educativo e pedagógico e também coincide com o Dia Internacional do Direito à Verdade, instituído em 24 de março”, justificou o parlamentar.

Ao defender o projeto relativo ao uso de dados, o deputado afirmou que “o momento requer uma necessidade premente da internet, do uso das redes e é imperiosa a disponibilização gratuita, são serviços essenciais e têm que ser garantidos em favor da população”, disse.

Os dois decretos também aprovados pelos deputados declaram situação de emergência nos municípios de Florânia, no Seridó, e Maxaranguape, no litoral norte do RN. O relator foi o deputado George Soares (PL), que deu seu parecer oral em favor dos municípios, devido às dificuldades agravadas pela pandemia.


Ler Anterior

Agripino chama transporte público de Natal de “bomba com pavio aceso” e cobra integração entre ônibus e trem

Ler Próximo

Lixo em praias do RN e da Paraíba pode ter chegado ao mar após inundações em Recife