Parlamentares do RN se manifestam sobre a prisão do deputado Daniel Silveira

O deputado federal pelo Rio Grande do Norte, General Girão (PSL), se pronunciou sobre a prisão do deputado de Daniel Silveira ocorrida nesta terça-feira (16). De acordo com Girão, o Supremo Tribunal Federal (STF) tomou atitudes nada democráticas ao prender Silveira.

Segundo Girão, a Câmara já está analisando juridicamente a prisão do deputado. A ordem de prisão em flagrante pela prática de crime inafiançável foi determinada pelo ministro para ser cumprida “imediatamente e independentemente de horário”.

O deputado ainda afirma que espera como parlamentar que a “inviolabilidade seja respeitada e seja cobrada”. Girão remete à Constituição Federal, pela qual os deputados federais são invioláveis em suas opiniões, palavras e votos. O General acredita que cabe ao Congresso cobrar ao STF tomar a atitude correta.

O deputado do RN afirma que se caso o deputado Daniel Silveira tiver cometido algum erro, alguma coisa que não caberia em relação a um ministro do STF, que seja processado por injúria ou difamação. Girão finaliza afirmando que acredita na posição do presidente da Câmara, Arthur Lira com relação ao acontecido.

Após a posição de General Girão, mais membros da bancada do RN se manifestaram sobre a prisão de Silveira. A deputada federal Natália Bonavides (PT) afirma que Daniel Silveira ” precisa ser cassado pela Câmara… A lista de crimes é imensa e nenhum pode ficar impune.”

Já o senador Jean Paul Prates (PT), afirmou que o STF “paga o preço” por “deixa rolar” tantos absurdos do gabinete do ódio. “A ordem democrática virou de cabeça pra baixo”, avalia.

 

 


Ler Anterior

Brasil enviará comitiva para conhecer spray contra Covid feito em Israel

Ler Próximo

Nova rodada do auxílio emergencial deve ser pago a 40 milhões de pessoas