Auxílio pode voltar por R$ 200 para público menor

O Ministério da Economia estuda um novo plano para implementar novamente o auxílio emergencial. A alternativa, dessa vez, seria reduzir o valor pago e o número de beneficiários.

De acordo informações obtidas pelo Valor Econômico, a pasta estaria pensando em um auxílio de R$ 200 (valor próximo do Bolsa Família) por três meses. Desta vez, o benefício chegará a menos pessoas, priorizando apenas os mais necessitados.

Ainda segundo o veículo, a área técnica do Ministério da Economia está convicta de que, nas atuais condições econômicas, a volta do auxílio não é a melhor opção. Apesar disso, tem o plano preparado para o caso de haver pressão política tamanha que seja inviável não conceder o benefício.

A apuração do jornal apontou, ainda, que a volta do auxílio estaria condicionada a uma PEC Emergencial , que abriria espaço no Orçamento para caber novas rodadas do benefício.


Ler Anterior

Novas apurações: Marinha pagou R$ 533 em lata de chantilly e gastou R$ 128 mil em paçoca

Ler Próximo

Pacientes de Manaus que tiveram alta vão a praia para conhecer o mar do RN