BUSCAR
BUSCAR
Bolsonaro diz que ‘não pode investir 100%’ em Aliança pelo Brasil e considera voltar ao PSL

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (13) em transmissão ao vivo pela internet que poderá voltar ao PSL, partido do qual se desfiliou em razão de divergências com a cúpula da legenda.

Após deixar o PSL, Bolsonaro lançou uma campanha de filiação ao novo partido que pretendia criar, o Aliança pelo Brasil. Mas o partido ainda não tem a quantidade de assinaturas suficiente para obter o registro na Justiça Eleitoral.

“Difícil formar um partido, não é impossível, mas é difícil, burocracia enorme”, declarou Bolsonaro. “Então, não posso investir 100% no Aliança, em que pese o esforço de muita gente pelo Brasil. Eu tenho de olhar outros partidos. Tenho recebido convites. Em três partidos, me convidaram para conversar. Um foi o Roberto Jefferson. Tem mais dois partidos também. Já conversei com os presidentes desses dois outros partidos. Tem uma quarta hipótese aí, o PSL”, afirmou.

Segundo Bolsonaro, há uma “sinalização” de reconciliação com o PSL. “A gente bota as condições na mesa de reconciliar, eles botam de lá para cá também”, disse.

Fonte: UOL

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]