BUSCAR
BUSCAR
Bolsonaro vai discutir ampliação do uso da cloroquina com ministro da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que vai discutir a ampliação do uso da cloroquina em pacientes com covid-19 com o ministro da Saúde, Nelson Teich. Mesmo dizendo que a eficácia ainda não foi comprovada, ele afirmou que o uso do medicamento contra o novo coronavírus tem que ser pensado de forma emergencial. “Não é minha opinião porque não sou médico, mas muitos médicos do Brasil e de outros países entendem que a cloroquina pode e deve ser usada desde o início mesmo sabendo que não há uma comprovação científica de sua eficácia. Mas como estamos em uma emergência, sempre foi usada desde 1955, e agora (combinada) com a azitromicina pode ser um alento para essa quantidade de óbitos que estamos tendo no Brasil”, disse. “Vai ser discutido hoje com o ministro. O meu entendimento, ouvindo médicos, é que ela deve ser usada desde o início para quem está no grupo de risco, pessoas com comorbidades, com idade”, completou.

Ele ainda disse que, se fosse preciso, pediria para médicos receitarem cloroquina caso a mãe contraísse covid-19. “Se fosse minha mãe, com 93 anos, eu vou atrás dela, pego o médico… claro que não vou forçar, mas tem muitos que concordam com esse tipo de medicamento e ela usaria. Enquanto não tiver medicamente comprovado no mundo, temos esse no Brasil que pode dar certo ou não, mas como não pode esperar quatro ou cinco dias, é melhor usar “, disse.

Bolsonaro ainda voltou a falar que gosta que seus ministros estejam alinhados e que é preciso agir no caso da cloroquina para não haver arrependimento posterior. “Todos têm que estar afinados, e quando conversamos quero eficácia, não é gostar. Se existe uma possibilidade de diminuir, por que não usar? Não pode daqui dois anos saber (que faria diferença)”, disse.

As palavras de Bolsonaro vem um dia depois de Teich pedir cautela com o uso da cloroquina. Em uma série de tuítes, o ministro alertou que a cloroquina é um medicamento com efeitos colaterais e que qualquer prescrição deve ser feita com base em avaliação médica.

https://twitter.com/TeichNelson/status/1260221913202331648

https://twitter.com/TeichNelson/status/1260221915861483525

Teich afirmou que o Ministério da Saúde acompanha pesquisas nacionais e internacionais sobre o tratamento do coronavírus. Além da cloroquina, há estudos que avaliam a eficácia de mais de dez medicamentos em pacientes com covid-19, disse o ministro. “Queremos também nos preparar para a possível descoberta de uma vacina contra a doença. Estamos em constante conversa com pesquisadores e laboratórios para garantir a oferta desta proteção para os brasileiros”, escreveu no Twitter.

Fonte: Uol

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]