Brasil perde cinco posições no ranking mundial de IDH

O resultado, porém, ainda mantém o Brasil no grupo de países com alto desenvolvimento humano.

O Brasil caiu cinco posições no ranking de Índice de Desenvolvimento Humano em 2019, quando comparado ao ano anterior, ainda que seu desempenho tenha tido uma leve melhora.

O resultado consta no Relatório de Desenvolvimento Humano, do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), divulgado nesta terça-feira (15).

Considerando os 189 países analisados, os brasileiros aparecem agora na posição 84, em vez da 79, que ocupavam em 2018. Isso apesar de o índice ter subido de 0.762 para 0.765.

O resultado, porém, ainda mantém o Brasil no grupo de países com alto desenvolvimento humano.

Mas não há motivos para grande otimismo quando é feita uma comparação com países vizinhos. A média brasileira é menor do que a de Chile, Argentina, Uruguai, Peru e Colômbia, superando apenas a do Paraguai e Bolívia.

  • Chile (43) – 0.851
  • Argentina (46) – 0.845
  • Uruguai (55) – 0.817
  • Peru (79) – 0.777
  • Colômbia (83) – 0.767
  • Brasil (84) – 0.765
  • Paraguai (103) – 0.728
  • Bolívia (107) – 0.718

Já em comparação com outros Brics, grupo de países emergentes do qual faz parte, o Brasil perde para a Rússia, mas aparece à frente de China, África do Sul e Índia.

Os três países que lideram o ranking de Desenvolvimento Humano são europeus: em primeiro lugar a Noruega, com Irlanda e Suíça empatadas em segundo.

Já os três índices mais baixos foram obtidos por países africanos: Chade, República Centro-Africana e Níger.

Fonte: G1


Ler Anterior

Câmara aprova marco legal das startups; texto segue para Senado

Ler Próximo

Anvisa diz que decisão sobre ‘uso emergencial de vacinas’ será tomada até 10 dias após o pedido