Câmara do Rio colocará em votação pedido para abrir impeachment de Crivella

Pedido de impeachment foi protocolado nesta terça-feira (1º), com base em reportagem sobre os ‘Guardiões do Crivella’.

O presidente da Câmara de Vereadores do Rio, Jorge Felippe (DEM), decidiu levar ao plenário na quinta-feira (3) o pedido para abrir o processo de impeachment contra o prefeito, Marcelo Crivella (Republicanos).

O pedido de impeachment foi protocolado pelo PSOL, com base na denúncia dos “Guardiões do Crivella”. O presidente da Câmara poderia rejeitar o pedido monocraticamente (sem consultar ninguém) ou levá-lo ao plenário.

Na segunda (31), o RJ2 revelou um esquema montado com funcionários da prefeitura para fazer plantão na porta dos hospitais municipais do Rio, atrapalhar reportagens e impedir que a população fale e denuncie problemas na área da Saúde.

Para a abertura do processo de impeachment, são necessários 26 votos. Segundo Jorge Felippe, o aval para levar o pedido ao plenário foi dado pela Secretaria Geral da Mesa e pela Procuradoria da Câmara. Leia a matéria completa aqui.

Fonte: G1

Foto: Carlos Magno/Fotos Públicas


Ler Anterior

Vacinação contra o sarampo segue até 31 de outubro no RN

Ler Próximo

Repórter 98: confira o programa completo desta terça-feira (01)