BUSCAR
BUSCAR
Caminhoneiros podem fazer paralisação após o reajuste
Caminhoneiros ameaçam fazer nova paralisação. – (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Insatisfeitos com novo aumento no preço do óleo diesel, anunciado pela Petrobras para esta quarta-feira (29), caminhoneiros do Rio Grande do Norte cogitam paralisar atividades em manifestação contra a alta dos combustíveis. No entanto, o protesto depende de um entendimento entre representantes da categoria de outras regiões do país, segundo o caminhoneiro Valdir Ferreira, presidente da Cooperativa do Caminhoneiro Urbano do Rio Grande do Norte.

“Não faço isso agora [manifestação] de improviso porque a gente precisa dialogar com o pessoal do Sul, não é o Rio Grande do Norte que vai resolver o problema do Brasil sozinho. A gente vai conversar com outros caminhoneiros, com outros representantes para saber como proceder porque do jeito que está não tem como. Não tem condições, já tava difícil, agora vai ficar muito pior. Dificulta muito nosso trabalho, o caminhoneiro não é ajudado. Isso tudo vai ser repassado para o consumidor final porque vai aumentar tudo na Ceasa [Central de Abastecimento], no supermercado”, comenta.

Insatisfeitos com novo aumento no preço do óleo diesel, anunciado pela Petrobras para esta quarta-feira (29), caminhoneiros do Rio Grande do Norte cogitam paralisar atividades em manifestação contra a alta dos combustíveis. No entanto, o protesto depende de um entendimento entre representantes da categoria de outras regiões do país, segundo o caminhoneiro Valdir Ferreira, presidente da Cooperativa do Caminhoneiro Urbano do Rio Grande do Norte.

“Não faço isso agora [manifestação] de improviso porque a gente precisa dialogar com o pessoal do Sul, não é o Rio Grande do Norte que vai resolver o problema do Brasil sozinho. A gente vai conversar com outros caminhoneiros, com outros representantes para saber como proceder porque do jeito que está não tem como. Não tem condições, já tava difícil, agora vai ficar muito pior. Dificulta muito nosso trabalho, o caminhoneiro não é ajudado. Isso tudo vai ser repassado para o consumidor final porque vai aumentar tudo na Ceasa [Central de Abastecimento], no supermercado”, comenta.

Fonte: Tribuna do Norte


WHATS 98 FM

Quer receber notícias na palma da sua mão? É muito fácil. Para ficar bem informado, mande um “oi” agora mesmo para o nosso WhatsApp e fique atualizado.

Fale conosco: 99998-9898

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]