BUSCAR
BUSCAR
Codern anuncia certificação internacional e instalação de scanner no Porto de Natal em outubro

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), Elis Treidler Öberg, durante o Repórter 98 desta quarta-feira (27), se mostrou otimista ao futuro do Porto de Natal e anunciou para início de outubro a conquista do certificado ISPS Code, código de segurança internacional aplicável às instalações portuárias. Sem ele, não é possível operações internacionais sem que os navios passem por rigorosa checagem. Desde 2014 que o Porto de Natal perdeu esta certificação.

Elis Öberg também anunciou para outubro a instalação de um scanner de containers, custeado pelo operador portuário e exportadores. “Possibilitando a fiscalização por imagem de 100% dos containers que transitarem no Porto de Natal, sendo um complicado para a manobra do tráfico de drogas no Estado”, disse.

Em menos de 2 anos foram apreendidas 16,5 toneladas de drogas relacionadas ao tráfico oriundas do Porto de Natal ou encontradas no próprio terminal. Elis Öberg disse que o tráfico de drogas não ocorre somente no Porto de Natal, mas está espalhado nos demais portos do país. “Aqui por não ter o scanner a facilidade era maior”, disse.

A diretoria da CODERN salientou que vem recuperando a credibilidade no setor e pela primeira vez nas últimas quatro décadas, a Companhia iniciou um ano com o resultado operacional do exercício financeiro positivo, revertendo um resultado negativo mensal em torno de R$ 500.000,00.

As perspectivas para 2020 é de transformar esse equilíbrio em significativo superávit, de forma a poder equacionar e solucionar o passivo existente e, com isso, liberar mais recursos próprios para investimentos.

“São R$ 67 milhões para o Terminal de Areia Branca e R$ 13 milhões de orçamentos passados que foram recuperados junto ao Governo Federal”, disse o diretor-presidente da CODERN.

As contas do exercício de 2019 da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) foram aprovadas, sem ressalvas, pelos Conselhos de Administração e Fiscal, para serem enviadas ao Tribunal de Contas da União (TCU). “Mais uma conquista que representa o êxito de ações com planejamento e metodologia de trabalho”, acrescenta.

Dentro do Programa de Concessões do Governo Federal, o Terminal Salineiro de Areia Branca (Porto-Ilha) foi qualificado para arrendamento com previsão para ser finalizado no segundo semestre de 2021. Assista a entrevista abaixo.

 

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]