Classificação do América contra o Flu, tem coincidências favoráveis para jogo diante do Corinthians

Foto: Rodrigo Coca

Na noite desta quarta-feira (22), às 20h, o América terá pela frente um dos maiores desafios de sua história centenária: encara o Corinthians, na Neo Química Arena, tendo de vencer por 2 gols de diferença, para avançar de fase na Copa do Brasil. Em caso de triunfo por um gol, a disputa será decidida nos pênaltis.

Há cerca de 10 anos, também na Copa do Brasil, o time rubro viveu situação semelhante: enfrentou outro grande do futebol nacional, o Fluminense, e ficou com a vaga.

O torcedor americano, é claro, espera que a situação se repita. Apesar da dificuldade, listamos algumas coincidências que, incrivelmente, se apresentaram naquela época e também agora.

Assim como em 2014, neste ano, o América também se sagrou campeão estadual. O vice-campeão, na oportunidade, também não foi o ABC. A segunda colocação ficou com o Globo de Ceará-Mirim.

Assim como neste ano, em 2014 o América não conseguiu o título da copa do nordeste. Foi eliminado, na semifinal, pelo Ceará.

Da mesma forma como ocorreu contra o Corinthians, em 2014 o América foi derrotado, em casa, no jogo de ida. A partida também era válida pela terceira fase da competição.

O árbitro do confronto desta quarta, em São Paulo, será o paranaense Lucas Paulo Torezin. Contra o Fluminense, a arbitragem também veio do sul. Quem comandou o embate foi o catarinense, Rodrigo Alonso Ferreira.

Outra coincidência, a vitória de 5 a 2 contra o Fluminense aconteceu numa quarta-feira. Apesar da possibilidade de alteração da data, o jogo contra o Corinthians foi mantido para o mesmo dia da semana. O América de 2014 jogava num 4-4-2 e tinha um jogador de renome nacional, o goleiro Fernando Henrique. O América de 2024 joga numa formatação tática similar, tendo como liderança outro atleta conhecido no país, o meia Souza.