Com aprovação do prefeito Álvaro Dias, jogos da Copa América ainda podem acontecer em Natal

Prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB) – Foto: Alex Régis / PMN

Mesmo após a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), dizer que é contra a realização de jogos da Copa América 2021 no Estado, segue a articulação para que Natal sedie a competição organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). A expectativa é que os locais de jogos sejam confirmados nesta terça-feira (1º).

A possibilidade de o evento acontecer na capital potiguar voltou a ganhar força nas últimas horas depois que o prefeito Álvaro Dias (PSDB) deu sinal verde para o torneio. À Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o tucano enviou ofício sinalizando que a Prefeitura do Natal apoia o evento desde que não seja necessário investimento de recursos públicos.

Outra exigência apresentada pelo prefeito de Natal é que a competição siga rigorosamente os protocolos sanitários determinados, como a ausência de público nos estádios e testagem contra a Covid-19 obrigatória de atletas, comissão técnica e demais profissionais envolvidos. A Conmebol se compromete a seguir as ordens.

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo da Silva, que também é secretário de Habitação da Prefeitura do Natal, disse ao PORTAL DA 98 FM que as negociações seguem para que a capital do Estado receba jogos da Copa América. “O prefeito concorda, com obediência do protocolo e sem investimento público”, enfatizou.

Em publicação pelas redes sociais na segunda-feira (31), a governadora Fátima Bezerra escreveu que é contra a realização dos jogos no Estado porque, segundo ela, não há “níveis de segurança epidemiológica” para a disputa da competição no Rio Grande do Norte.

A governadora do RN não informou, porém, se vetaria a realização das partidas, caso a CBF e a Conmebol insistam em escolher Natal para os jogos. Ao PORTAL DA 98 FM, o Governo do Estado disse que avalia todas as possibilidades caso seja necessário.

A Copa América 2021 ocorreria, inicialmente, na Colômbia e, posteriormente, na Argentina, mas os países desistiram. Com isso, a Conmebol decidiu sediar o evento no Brasil. As datas permanecem as mesmas – 13 de junho a 9 de julho. O anúncio foi feito nesta segunda-feira.

As sedes ainda não foram divulgadas oficialmente, mas informações extraoficiais dão conta de que as cidades escolhidas teriam sido Manaus (AM), Brasília, Natal (RN) e Recife (PE). A CBF fez contato com as federações desses estados.

O Brasil foi escolhido com o argumento de possuir estádios em boas condições de uso, apesar de estarem alguns ociosos após a Copa do Mundo de 2014. A CBF se ofereceu.

Depois da repercussão negativa, o ministro Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) impôs condições para a realização do evento no Brasil: ausência de público, no máximo dez seleções e até 65 pessoas por delegação.


Ler Anterior

Sistema de Trens Urbanos de Natal não funcionará no feriado de Corpus Christi, informa CBTU

Ler Próximo

A pandemia da hipocrisia absoluta