BUSCAR
BUSCAR
Com mais de 100 gatos e 12 cães e quase sem ração, abrigo de proteção animal em Macaíba pede doações
Abrigo tem mais de 100 gatos. Foto: DoPet
Helliny França
Da Redação da 98 FM

Apesar de ter apenas oito meses de existência, o abrigo de proteção animal DoPet em Macaíba, na Grande Natal, cuida de mais de 100 gatos e 12 cães. Assim como a maioria das ONGs e abrigos do estado, o DoPet está necessitando de doações para continuar ajudando e resgatando os animais. A responsável pelo abrigo, a protetora Liane Dantas, que está na causa animal há 7 anos, conta que os pedidos de resgate chegam normalmente através das redes sociais.

“O pessoal me pede socorro pelo Instagram, recebo pedido de resgate direto, mas ultimamente não estamos resgatando, porque o abrigo está lotado. Eu tenho que cuidar dos animais que estão lá, e não estamos conseguindo doações para resolver isso”, disse Liane.

Abrigo DoPet. Foto: DoPet

A protetora conta que os gastos são muitos, o abrigo tem muitos casos de animais doentes que necessitam de medicamentos, alimentação especial e assistência veterinária. Liane disse ainda que houve uma queda nas doações, o que dificulta ainda mais o trabalho dos protetores de animais.

“Caiu muitos as doações, não só para gente, mas todos os protetores estão passando por isso”, relatou.

A pandemia aumentou o abandono animal e ao mesmo tempo fez cair às doações as ONGs e abrigos. O abandono, que já era uma realidade no país, chegou a crescer 70% no Brasil em 2020, os dados são da AMPARA Animal, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que presta ajuda às ONGs e aos protetores independentes da causa animal.

Para dar mais conforto aos bichinhos, o DoPet está fazendo uma vaquinha solidária na internet para construir um canil para os cães. Os cães que são retirados das ruas passam por uma quarentena antes de entrarem em contato com outros animais, para que não transmitam doenças para os demais, por isso é necessário à construção de canis para que o isolamento possa ser feito.

“Acabou a ração, vive faltando ração, gastamos cerca de  8 quilos de ração para gato adulto por dia, além de 2 quilos para gatos filhote e 6 quilos para cachorro adultos”, disse.

Além da comida dos animais, o obrigo também necessita de material de limpeza, areia para os gatos, e material de construção.

Dos casos mais urgentes, o DoPet recebeu neste final de semana o resgate de 2 gatinhos retirados da rua pela equipe da  98FM com problemas nos olhos, que precisam de medicamentos, ração especial e cuidados, a dupla foi batizada de  Milk e Cookie.

Milk e Cookie após o resgate. Foto: 98FM

Liane conta que além deles, preocupa a situação de uma cadela com TVT (tumor venéreo transmissível) que o tratamento é feito através de sessões de quimioterapia, por falta de dinheiro ainda não foi possível começar a tratar a doença.

“Está horrível a situação, precisamos começar a tratamento dela”, contou.

Para ajudar é doar é só acessar o link, para mais informações visite o perfil do abrigo DoPet no Instagram. 


WHATS 98 FM

Quer receber notícias na palma da sua mão? É muito fácil. Para ficar bem informado, mande um “oi” agora mesmo para o nosso WhatsApp e fique atualizado.

Fale conosco: 99998-9898

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]