Corintians de Caicó pode voltar ao Estadual

Ex-presidente Raimundo Lobão disse na 98 que tem proposta de parceria e que assunto será discutido

Compartilhe esse post

Raimundo Inácio Lobão admite a volta do Corintians de Caicó ao Estadual. Foto: Divulgação

Na última sexta-feira (10) Raimundo Inácio Lobão, ex-presidente do Corintians de Caicó, participou do Tocando a Bola da 98 e confirmou que existe a possibilidade do Galo do Seridó voltar ao futebol profissional disputando a Segunda Divisão do Estadual, que ainda não tem data marcada para ser realizada.

Lobão relembrou no programa a campanha histórica do Corintians quando conquistou o Campeonato Estadual e falou também das dificuldades que o clube enfrentou nas últimas temporadas como participante da competição.

Fiz uma live com o Júnior Bahia e ele quer fazer uma parceria com o Corintians e depois dessa live apareceu um empresário do Rio Grande do Sul que quer fazer uma proposta para o Corintians voltar à Segunda Divisão. Eu disse a ele que só podemos participar de um campeonato com um contrato de no mínimo seis anos. Se o empresário topar essa parceria eu tenho certeza que nossa diretoria vai aceitar, vamos conversar com presidente da federação ( José Vanildo ) e tenho certeza que ele vai apoiar e o Corintians vai voltar, mas depende mais do Júnior Bahia que é uma pessoa séria”.

Lobão lembrou as últimas temporadas do Galo: ” Nos ultimos  cinco anos fiquei praticamente sozinho, devendo no comércio, só volto com um negócio consolidado e sério, se não for assim não adianta querer voltar”.

Campeão em 2001

O Corintians  sagrou-se campeão invicto do primeiro turno do Estadual, e já na  estreia no campeonato já deu mostras do que viria pela frente: 5×0 no Baraúnas, diante da torcida seridoense. Na sequência, nova vitória, desta vez fora de casa, contra o São Gonçalo, por 1×0. Mas a maior façanha na primeira fase foram as vitória contra o ABC apontado como favorito ao título com  um surpreendente 3×0 e duas vitórias por 2×1, ambas na decisão do primeiro turno – tendo uma delas sido em Natal.

No segundo turno a equipe perdeu sua invencibilidade na competição – porém a manteve jogando no estádio Marizão. A equipe se classificou para a final, contra o América, com a vantagem de jogar por até três resultados iguais. Mas não foi preciso. No dia 24 de junho o Galo do Seridó foi a Natal, e com um gol de Ronaldo Falcão aos 32 minutos da segunda etapa, venceu o América.
O jogo da volta,  no Marizão numa quarta-feira, dia 27 de junho, foi carregado de expectativa. Pacato, Jorge Alagoano, Amaral, Vladimir e Rogério; Raminho, Márcio Silva, Duda e Betinho; Júnior Bahia e Pedro Costa.
Jefferson, Zé Roberto e Airton, entraram no decorrer da partida, com um público de  5.909 torcedores no Marizão, para vencer novamente pelo placar de 1×0 – com gol de Pedro Costa, aos 41 minutos do primeiro tempo, e conquistar o título histórico.
Pedro Albuquerque era o treinador.

Compartilhe esse post

Ler Anterior

Governo Federal exonera coordenadora do Inpe

Ler Próximo

Governo Federal zera tarifas de 34 medicamentos usados no combate à covid-19

Envie uma mensagem para o setor responsável.
WeCreativez WhatsApp Support
98 FM
Pedir Música
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Flávio Amorim
Comercial
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Sheyla
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Vanessa
Vendas
Acessível