Coronavac: Pazuello diz que toda a produção do Butantan entrará no Plano Nacional de Imunização

Brasilia DF 28 10 2020 Anvisa libera importação de matéria-prima da Coronavac, vacina chinesa que será produzida pelo Butantan foto GOVESP

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que toda a produção de vacinas contra a Covid-19 do Instituto Butantan será incorporada ao Plano Nacional de Imunização. Serão 100 milhões de doses do Butantan direcionadas para a distribuição federal.

O Instituto é  responsável pela importação e produção da Coronavac no Brasil, em parceria com a chinesa Sinovac. Segundo Pazuello, a divisão dos imunizantes seguirá os critérios nacionais e não critérios estaduais ou municipais.

“Toda a produção do Butantan, e aí eu quero ressaltar, toda a produção do Butantan, todas as vacinas que estão no Butantan, serão, a partir desse momento, do contrato, incorporadas ao Plano Nacional de Imunização”, afirmou o ministro, em pronunciamento na tarde desta quinta-feira (7).

Em nota, o Instituto Butantan informou que recebeu a minuta de contrato com o ministério e enviou para análise do departamento jurídico do órgão “visando à sua rápida formalização”.

De acordo com o ministério da Saúde, o contrato com o Butantan garante a compra de 46 milhões da vacina em primeiro momento e a compra de mais 54 milhões de doses até o final do ano.

Com informações da CNN Brasil


Ler Anterior

Covid-19: Brasil ultrapassa a marca de 200 mil mortos

Ler Próximo

Saúde anuncia compra de 100 milhões de doses da Coronavac