Coronavírus: Índia põe cerca de 100 milhões de pessoas em quarentena

Pais colocou ao menos 80 distritos em bloqueio e tem feito campanha pelo distanciamento social e para que as pessoas lavem as mãos.

A capital da Índia, Nova Délhi, vai estar em isolamento até o dia 31 de março, anunciou no domingo (22) o governo do país. O plano é manter os cidadãos dentro de casa para evitar um agravamento da epidemia de coronavírus.

Para conter a pandemia, as autoridades começaram, gradualmente, a colocar em bloqueio uma parte da população do país, de 1,3 bilhão de pessoas: ao menos 80 distritos com casos detectados estão em bloqueio. Estima-se que ao menos 100 milhões estejam isolados com as novas medidas.

A polícia e profissionais da saúde estão operando, mas os estabelecimentos comerciais foram fechados. Os bancos pediram aos clientes para usar a internet.

O governo tem feito campanhas para incentivar o distanciamento social e para que as pessoas lavem as mãos.

Foi dada à polícia a autoridade para punir quem violar as novas regras.

As fronteiras do estado com os vizinhos vão ser fechadas e o transporte público vai ser suspenso, segundo o ministro-chefe da cidade, Arvind Kejriwal.

“Nós aprendemos do mundo que quanto menos se sai, menos contato há com o mundo e podemos nos salvar”, ele afirmou.

A ordem para isolar a capital foi dada horas depois que centenas de milhões de indianos atenderem voluntariamente um pedido do primeiro-ministro Narenda Modi para que as pessoas se isolassem por um dia para evitar o crescimento do contágio.

O país tem 425 casos de coronavírus, de acordo com informações da universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

Fonte: G1


Ler Anterior

BC anuncia redução de compulsório e empréstimo a instituições

Ler Próximo

Com pandemia, ANP regulamenta funcionamento de postos no país