Coronavírus: Prefeitura do Natal prevê 369 mortes na capital até junho

Estimativa foi apontada em estudo científico feito pela Assessoria de Planejamento da Secretaria de Saúde de Natal e embasou licitação R$ 1,4 milhão para sepultamentos e cremações

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) trabalha com previsão de 369 mortes por coronavírus em Natal até junho de 2020. A informação foi divulgada neste domingo (10) pela SMS. Essa estimativa foi uma das razões para a licitação de R$ 1,4 milhão visando sepultamentos e cremações.

De acordo com as informações divulgadas, a previsão – que pode ou não se confirmar – foi obtida em estudo científico feito pela Assessoria de Planejamento da SMS em conjunto com a Vigilância Sanitária de Natal. O objetivo foi “estimar o número de mortes decorrentes do novo Coronavírus” em Natal.

Além do estudo apontando a previsão de 369 mortes por coronavírus em Natal, outro fator pesou para que a Prefeitura optasse pela contratação de empresa especializada em sepultamentos e cremações: a falta de condições nos cemitérios públicos.

Isso foi verificado após consulta à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), responsável pelos cemitérios de Natal. “A Semsur informou não ser possível arcar financeira e logisticamente com o número de sepultamentos que podem surgir e alertou para o baixo quantitativo de jazigos disponíveis na capital.”

“Desta forma, objetivando sanar eventual situação de escassez de jazigos, buscando auxiliar familiares e amenizar a dor de parentes e amigos de possíveis vítimas da pandemia no que diz respeito à celeridade desses sepultamentos devido aos riscos de contaminação envolvidos, optou-se pela contratação”, afirmou a SMS.

Previsão de mortes por coronavírus em Natal pode não se concretizar

A ideia é que esse serviço seja voltado a pessoas cujas famílias não possuam jazigos públicos ou que sejam carentes. Uma ressalva feita pela SMS é que a previsão de mortes pode não se concretizar. Isso vai depender de como a pandemia vai se comportar nas próximas semanas.

O contrato de R$ 1,4 milhão para foi firmado com a empresa Morada Cemitérios Ltda. São previstos 350 sepultamentos e 150 cremações, não estando a SMS obrigada a executar todo o quantitativo estimado. Só será pago o que for usado.

Neste domingo (10), a SMS confirmou a 21ª morte por covid-19 em Natal. A vítima é uma senhora de 75 anos, hipertensa, que apresentou sintomas dia 26 de abril. Ela procurou atendimento público dia 3 de maio e foi internada, após isso, em hospital privado. A morte aconteceu no sábado (9), véspera do Dia das Mães.

No Rio Grande do Norte, são 88 mortes registradas. Há ainda 1.919 confirmados, 6.696 suspeitos, 5.370 descartados, e 662 recuperados. No Brasil, o total de mortes chegou a 10.627. Além disso, há 155.939
casos confirmados. O índice de letalidade está em 6,8.

Fonte: Afio Jornalismo

Foto: Sandro Menezes/GovRN


Ler Anterior

Governo tenta anular decisão que impediu expulsão de diplomatas venezuelanos

Ler Próximo

Bolsonaro defende atuação do Governo Federal e critica governadores