Coronavírus: testes serão ampliados no RN; veja para quais profissões

A Sesap adquiriu 150 mil testes sorológicos

Novas categorias profissionais poderão realizar a sorologia para a covid-19. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (18) pela subcoordenadora de Gestão e Planejamento da Sesap, Lyane Ramalho, durante entrevista coletiva. A ampliação busca uma retomada segura e gradual das atividades sociais e econômicas no estado.

“A Sesap adquiriu 150 mil testes sorológicos, sendo 16 mil para seus servidores e os demais para a população elegível para fazer o teste. Além de ampliar o grupo, será permitida a realização dos exames também em assintomáticos”, afirmou.

A Nota Técnica emitida pelo Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) orienta aos municípios a realizarem o teste sorológico por quimioluminiscência para detecção de anticorpos contra o novo coronavírus em pessoas que já tiveram o início dos sintomas há mais de 14 e assintomáticas, e que não possuem resultado positivo para detecção da Covid-19 através da técnica RT-PCR (padrão ouro).

Para a realização do exame, os trabalhadores devem procurar as unidades de saúde do município em que residem e solicitar a realização do teste.

PRIORIDADES

Deverão fazer o teste sorológico os pacientes de 0 a 19 anos que estejam hospitalizados, além das seguintes categorias: coveiros, atendentes de funerárias, auxiliares funerários e demais trabalhadores de serviços funerários e de autópsias; trabalhadores de limpeza urbana, feira livre, pescadores; trabalhadores de Correios; Agricultores e Agricultoras, motorista de transporte público, motoristas de ambulância, motoristas de aplicativos (moto e carro); médicos veterinários; brigadistas e bombeiros civis e militares; agentes de fiscalização; jornalistas, profissionais que trabalham na cadeia de produção de alimentos e bebidas, incluindo os insumos; aeronautas, aeroviários e controladores de voos; além de serviços de assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade.

DADOS EPIDEMIOLÓGICOS

A subsecretária da Sesap apresentou os dados epidemiológicos atualizados. “Temos boas notícias em relação a taxa de ocupação de leitos, mas é importante destacar que com esses números fica claro que a pandemia ainda está em curso. Apesar da decida das curvas, ainda temos 255 pessoas internadas com suspeita ou confirmadas com a covid-19”, lembrou.

Os dados apresentados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), apontam um total de 66.655 casos confirmados, 31.686 suspeitos e 130.740 descartados. Foram registrados dois óbitos nas últimas 24 horas, ficando o RN com um total de 2341 óbitos confirmados e 314 em investigação.

No RN, a taxa de ocupação de leitos está em 42% para leitos do SUS. Por região, a ocupação de leitos é a seguinte: Seridó – 64 %, Oeste – 48%, Metropolitana de Natal – 36%, Alto Oeste – 60%, Potengi-Trairi – 18%, Mato Grande e Agreste com taxa zero de ocupação. Até o final da manhã desta sexta-feira, 18, há 255 pessoas internadas em leitos críticos e clínicos nas unidades de saúde públicas e privadas.

O índice R(t) – que determina o potencial de propagação do vírus – segundo os dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS da UFRN, está em 1,09 para o RN como um todo, e acima de 1 nas regiões Agreste (1,15), Alto Oeste (1,06) e Vale do Açu (1,07).

Na região do Trairi/Potengi a transmissibilidade está em 0,96, seguida da região Oeste, com 0,95, Seridó com 0,94, Região Metropolitana com 0,86 e região do Mato Grande, com índice em 0,83. A taxa de isolamento da população está em 36,2%.

SIM-P

A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Lucchesi, informou que a partir de agora será emitido semanalmente um boletim de acompanhamentos dos casos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), temporalmente associada à covid-19 no contexto do RN.

Até o dia 16 de setembro de 2020, foram notificados no estado 21 casos suspeitos para SIM-P, dos quais 11 foram confirmados. “Temos uma ocorrência baixa, mas uma ação de vigilância é oportuna e permaneceremos acompanhando a situação da síndrome no estado”, afirmou.

Os casos confirmados são dos seguintes municípios: Mossoró (3), Natal (3), São Gonçalo do Amarante (2), Apodi (1), Nísia Floresta (1) e Touros (1). Desses, apenas um permanece internado e dez receberam alta. Entre os casos suspeitos, um continua internado, oito receberam alta e um evoluiu para óbito, o qual está em investigação. Ressalta-se que cinco dos casos suspeitos tiveram testes de diagnóstico positivos para arboviroses, sendo um caso de Zika, três de Chikungunya e um que positivou para Zika e Dengue.

Lucchesi afirmou que as ações de vigilância em saúde vêm sendo reforçadas e acontecem de forma permanente e ainda mais coordenadas nos territórios. “Uma das estratégias foi a contratação de 20 apoiadores técnicos que atuarão nas regiões de saúde fornecendo apoio nas ações de vigilância”.

Ela lembrou ainda que a Sesap se mantém vigilante em relação aos outros agravos que acometem a população. “As ações da Sesap estão direcionadas para a covid-19, mas sem jamais esquecer os outros agravos”, concluiu.

FOTO: SESAP/ASSECOM


Ler Anterior

RN terá oferta maior da GOL em outubro e ligação direta com Fortaleza

Ler Próximo

Entenda o que muda com a Lei Geral de Proteção de Dados