Decreto estadual mantêm proibição de eventos corporativos, enquanto Natal libera

A capital adotou medidas menos restritivas como a permissão de bares e restaurantes de venderem bebidas alcoólicas para consumo no local, funcionando todos os dias da semana, enquanto o Estado manteve a proibição.

O documento assinado pelo prefeito Álvaro Dias define que fica autorizada a realização de reuniões corporativas. Foto: Getty images

O decreto publicado nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial pelo Governo do Estado manteve a proibição a eventos corporativos, já o documento também divulgado hoje pela Prefeitura de Natal liberou a realização das reuniões. A capital adotou medidas menos restritivas como a permissão de bares e restaurantes de venderem bebidas alcoólicas para consumo no local, funcionando todos os dias da semana, enquanto o Estado manteve a proibição.

O documento assinado pelo prefeito Álvaro Dias define que fica autorizada a realização de reuniões corporativas, tais como treinamentos, seminários, cursos, simpósios, e palestras, desde que atendidas as regras e protocolos sanitários, incluindo distanciamento, uso de máscara, aferição de temperatura. A realização dos eventos poderá acontecer em auditórios e salões, localizados em instituições públicas e privadas, inclusive empresas e hotéis.

O decreto da governadora Fátima Bezerra diz que fica suspenso a realização de eventos corporativos, técnicos, científicos, esportivos, convenções, shows, festas ou qualquer outra modalidade de evento de massa, inclusive locais privado, como os condomínios edilícios. Também permanece suspenso o funcionamento do Centro de Convenções de Natal.

O decreto municipal começa a valer na data de publicação, ou seja, nesta sexta-feira (23), já o documento estadual entra em vigor neste sábado (24) e terá vigência até o dia 12 de maio.


Ler Anterior

Bolsonaro corta verba para meio ambiente um dia após discurso na Cúpula do Clima

Ler Próximo

Ministério de Rogério Marinho quer contratar obra de R$ 1 bilhão no RN, diz jornal