Cresce número de jovens com Covid em leitos críticos no RN

Foto: Marcello Casal JR/ABr

O número de pacientes com menos de 60 anos de idade internados em leitos críticos nos hospitais do Rio Grande do Norte é de atualmente 47,66%. De acordo com a plataforma Regula RN, são 112 pessoas abaixo dos 60 anos e 123 idosos internados

O crescimento no número de pessoas mais jovens nos leitos de UTI e semi-intensivo foi de 60% nesses dois primeiros meses de 2021. A superexposição dos jovens ao vírus e a circulação de novas variantes têm contribuído para esse cenário. Em entrevista à 98 FM nesta quinta-feira (25), o secretário de Sapude de Natal, George Antunes, afirmou que a situação atual se deve ao comportamento da população em relação ao não cumprimento das medidas de distanciamento social.

É possível também que a cepa nova, a P1 (encontrada em Manaus) esteja resultando em casos de maior gravidade entre jovens.

Esse dado é considerado preocupante no atual estágio em que o RN tem taxa de ocupação acima de 80% nos leitos críticos e a Grande Natal está na casa dos 90% e praticamente sem nenhum leito crítico à disposição. Isso porque o maior agravamento da doença nos mais jovens não tem substituído o perfil dos idosos nas UTIs, que seguem sendo internados, o que aumenta a ocupação.

Como base de comparação, em agosto de 2020, em meio ao pico da primeira onda da Covid-19 com a superlotação dos hospitais no RN, as pessoas abaixo de 60 anos representavam 25% dos internados.