BUSCAR
BUSCAR
Em áudio antes de ser preso, Roberto Jefferson fala em “ruptura da ordem democrática”; OUÇA
Ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB – Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados

Pouco antes de ser preso nesta sexta-feirta (13) por determinação do ministro Alexandre de Moraes (Supremo Tribunal Federal), o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, enviou um áudio a amigos pelo WhatsApp no qual fala sobre a prisão iminente.

Em uma das mensagens, Jefferson declara que sua prisão por ordem do STF é o retrato de que o País vive o que chama de “ruptura da ordem democrática”. Ele conta, ainda, que estava sendo procurado e que a polícia havia comparecido na casa da sua ex-mulher.

Ouça as mensagens:

A prisão

Ao determinar a prisão de Roberto Jefferson, Alexandre de Moraes afirmou que o ex-deputado integra o “núcleo político” de uma possível organização criminosa que tem como objetivo “desestabilizar as instituições republicanas”.

Moraes escreveu ainda que Jefferson realizou ameaças ao STF e atentou contra a democracia. A Polícia Federal cumpriu a prisão do ex-deputado por volta das 9h desta sexta-feira, em sua residência no município de Levy Gasparian, no Rio de Janeiro.

Na decisão, Moraes ainda determinou o bloqueio das contas de Roberto Jefferson nas redes sociais, que eram usadas para os ataques.

Segundo o ministro, Jefferson “incitou, por mais de uma vez, a prática de crimes (invasão ao Senado Federal, agressão a agentes públicos e/ou políticos etc), ofendeu a dignidade e o decoro de ministros do STF, senadores integrantes da CPI da Covid-19 e outras autoridades públicas”.

A decisão aponta também que o ex-deputado atuou com o “nítido objetivo de tumultuar, dificultar, frustrar ou impedir o processo eleitoral, com ataques institucionais ao Tribunal Superior Eleitoral e ao seu ministro presidente”.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
contato@98fmnatal.com.br
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com