Detran retoma serviço de avaliação teórica online na cidade de Currais Novos

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detra) retomou nesta segunda-feira (15) o sistema de avaliação teórica dos candidatos a retirarem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) da cidade de Currais Novos. Dentro da retomada gradual dos serviços presenciais oferecidos pelo Órgão, essa é a 14º unidade do Detran no Estado a voltar a aplicação de provas teóricas para Habilitação de condutores.

O coordenador de Registro de Condutores do Detran, Jonas Godeiro, informou que o sistema online de agendamentos de prova teórica para a unidade de CurraisNovos já se encontra em funcionamento e os usuários aptos a realizar a prova podem acessar o site do Detran (www.detran.rn.gov.br) e efetivar o agendamento com dia e horário de acordo com a disponibilidade de vagas geradas no sistema.

A realização de provas teóricas já está ocorrendo por meio de agendamento em Natal, Parnamirim, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros, Ceará-Mirim, Nova Cruz, Santa Cruz, Parelhas, São José do Mipibu e São Paulo do Potengi. Também estão sendo aplicados os testes de maneira itinerante, onde uma equipe de técnicos do Detran percorre cidades polos de todas as regiões do Rio Grande do Norte aplicando os exames.

A prova é a primeira etapa após a conclusão do curso teórico realizado pelo usuário no CFC. Os candidatos fazem a avaliação numa sala específica, onde são utilizados computadores individuais que exibem a prova de conhecimento teórico versando sobre legislação e a prática correta de conduzir veículo no trânsito. Os procedimentos de realização da prova são simples e o usuário precisa apenas utilizar o mouse para selecionar a resposta correta de cada questão.

O candidato ao clicar no botão que finaliza a prova tem os dados do resultado lançados no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) e no site do Detran, no espaço com informações específicas do usuário. A partir do resultado positivo do provão, o aluno poderá prosseguir para as aulas práticas de volante. No caso de reprovação, o usuário pode repetir a avaliação após 15 dias, pagando a devida taxa.


Ler Anterior

Governo do RN discute abertura de novos leitos críticos para Covid

Ler Próximo

Argentino é mais um reforço do Unimed/Aero para a Superliga B de vôlei