Dólar sobe e bate R$ 5,64 com temor sobre 2ª onda de Covid

Na quarta-feira, moeda dos EUA fechou em alta de 0,37%, a R$ 5,5991

O dólar opera com instabilidade na tarde desta quinta-feira (15), depois de se aproximar do patamar de R$ 5,65, em meio a um ambiente global mais cauteloso, com os investidores de olho também em pistas sobre a saúde econômica e fiscal do Brasil.

No exterior, a redução das esperanças de um novo pacote de estímulo fiscal nos EUA antes da eleição presidencial e o retorno das restrições ao redor da Europa diante do aumento de casos de Covid-19 provocavam maior aversão ao risco.

Às 15h30, a moeda norte-americana caía 0,06%, cotada a R$ 5,5955. Na máxima até o momento, bateu 5,6473. Na mínima, foi a 5,5900.

Na quarta-feira, o dólar fechou em alta de 0,37%, a R$ 5,5991. No acumulado do mês, tem queda de 0,34%. No ano, porém, acumula valorização de 39,64%.

Neste pregão, o Banco Central fará leilão de swap tradicional para rolagem de até 10 mil contratos com vencimento em abril e julho de 2021.

Fonte: G1


Ler Anterior

Pantanal já tem segundo pior outubro da história

Ler Próximo

Ministro Barroso determina afastamento de senador Chico Rodrigues por 90 dias