É hora de reforçar para buscar o acesso

Engana-se quem pensa que ABC ou América estão prontos! Os dois precisam melhorar, principalmente o ABC

Não tem para onde correr, ABC e América precisam reforçar. Foto: Divulgação

América e ABC estão classificados para a segunda fase da Série D, mas ninguém pode se deixar enganar pela qualidade das duas equipes e dos riscos que correm daqui para a frente, especialmente o ABC que tem uma deficiência enorme na qualidade técnica do meio para a frente que precisa reforçar na zaga onde tem apenas três zagueiros em condições e apenas um lateral-esquerdo também em condições.

Ou reforça agora, já para o primeiro mata-mata ou o risco de ser eliminado precocemente da competição é muito grande. O time de Francisco Diá hoje não é sombra daquela equipe de antes da Covid-19, perdeu qualidade e ganhou quantidade.

Você imaginar que com Hiago, Kesley e Ivanaldo o time vai chegar é acreditar em Papai Noel! Você imaginar que Wallyson será capaz de dar uma resposta a curto prazo também é complicado. A volta do atacante lá em Caruaru deixou muito claro que ele vai precisar de tempo, e não estou questionando o potencial que tem Wallyson, plenamente recuperado é diferenciado, mas a realidade atual é outra.

Hoje o ABC tem Giva mais inteiro que Wallyson mas ainda assim longe da melhor forma, já que vem de lesão de tornozelo. E para complicar ainda mais tem aqueles que sabem jogar mas que caíram de rendimento como os casos de João Paulo e Berguinho.

Todo mundo sabe que o mercado é difícil, que você contratar para a Série D é complicado mas não tem para onde escapar, ou os clubes reforçam ou o risco de mais uma temporada na Quarta Divisão é real.

E isso vale para os dois maiores. O América que hoje tem mais time que o ABC não está pronto para o acesso não, e Paulinho Kobayashi sabe que precisa de reforços, ainda mais depois que perdeu Dione que se não era titular, mas era o tipo de jogador para entrar e resolver.

É hora de abrir os olhos, mais uma temporada na Série D custa muito mais caro do que investir para fortalecer. Olhem para os outros grupos, especialmente para os do Sul e Sudeste e percebam a diferença. Só sobem quatro, o funil da D é cruel.


Ler Anterior

Pandemia do novo coronavírus supera marca de 50 milhões de casos em todo o mundo

Ler Próximo

Mesatenista potiguar conquista o Campeonato Aberto da Paraíba