BUSCAR
BUSCAR
Em 2022, ‘Brasil vai ser dividido em dois: PT e contra PT’, afirma Fábio Faria
Ministro das Comunicações, Fábio Faria, durante entrevista à 98 FM – Foto: 98 FM / Reprodução

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, avaliou nesta segunda-feira (23), em entrevista à 98 FM, que são pequenas as chances de surgimento de uma “terceira via” competitiva para as eleições de 2022. Para Fábio, o pleito do próximo ano deverá mesmo ser polarizado entre o presidente Jair Bolsonaro (ainda sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na avaliação do ministro, o Brasil vai ser rachado entre petistas e não petistas, em uma espécie de repetição das eleições de 2018 – que consagraram Bolsonaro contra Fernando Haddad (PT) no 2º turno.

Ele aposta que a mesma fórmula vai ser repetida no Rio Grande do Norte, com vários campos da oposição reunidos em um só projeto para derrotar a governadora Fátima Bezerra (PT), provável candidata à reeleição.

“O Brasil vai ser dividido: o PT e contra o candidato do PT. E aqui no Estado não é diferente. Vai ser a mesma coisa”, disse o ministro. “Uma candidatura ao governo tem que ser contra a governadora do PT”, ressaltou.

Fábio Faria ressaltou que espera que sejam reunidos em um só projeto vários espectros da oposição, mas com um objetivo comum: derrotar Fátima. Segundo ele, a oposição tem um tamanho amplo: “é o grupo antagônico da governadora do PT”.

Na disputa presidencial, Fábio Faria disse não ver atualmente viabilidade eleitoral para Ciro Gomes (PDT). “Não vejo candidatura de Ciro Gomes. Com a candidatura de Lula, Ciro Gomes derreteu nas pesquisas”, finalizou.

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]