BUSCAR
BUSCAR
Em bate-boca na Assembleia, deputado do RN acusa colega do PT de fumar “alguma coisa estragada”
 Deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) e a deputada Isolda Dantas (PT). Foto: ALRN

Um bate-boca entre o deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) e a deputada Isolda Dantas (PT) marcou parte da sessão ordinária da Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (22). Após Azevedo ter dito que a colega teria consumido “alguma coisa estragada”, ela se irritou e disse que não fumava maconha.

No momento da fala, Azevedo reclamava dos deputados do PT que, segundo ele, sempre classificam como “fake News” informações que eles querem tornar falsas por questões de narrativa política.

“Outro dia foi a deputada Isolda, dizendo que o RN não é o pior estado do Brasil no ensino remoto. Fiz aqui um vídeo dizendo: ela deve ter consumido alguma coisa estragada para estar delirando no plenário. Não fui em quem disse, é a Fundação Getúlio Vargas”, disse o deputado, acrescentando que a “narrativa mentirosa do PT não vai se sustentar”.

Na sequência, o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira, tentou acalmar os ânimos e pediu respeito dos colegas. A deputada Isolda pediu a palavra “pela ordem”, o que foi negado por Ezequiel, pois não caberia naquele momento.

Mesmo sem ter a palavra concedida, a deputada petista protestou. “Todo mundo sabe que coisa estragada é maconha, todo mundo sabe, vossa excelência sabe o que está dizendo. Eu não fumo maconha não, porque se fumasse eu assumia”, disse a deputada ao coronel.

Confira o trecho abaixo:

Fonte: Portal Grande Ponto

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]