Empresários do setor de turismo emitem nota em apoio ao decreto de Álvaro Dias

Empresários do setor de turismo emitiram uma nota neste sábado (07) em apoio ao decreto publicado pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias, que permite funcionamento do comércio aos domingos, contrariando o governo do estado que decretou toque de recolher integral neste dia.

Segundo a nota, a decisão do prefeito de Natal é baseada no bom senso e não é justo punir os estabelecimentos que estão cumprindo suas obrigações. Os empresários dizem ser a favor de uma fiscalização mais rigorosa e punição em caso de descumprimento de protocolos sanitários.

Confira a nota:

A cadeia produtiva do turismo, apoia a decisão da Prefeitura Municipal de Natal, FEMURN, AMSO, AMLAP, MAS e AMOP tomada neste sábado, baseada no bom senso, adotando medidas que combatem a pandemia e ao mesmo tempo preservam os empregos.

Neste sentido, a manutenção do funcionamento diário dos equipamentos turísticos, de acordo com os protocolos sanitários, é imprescindível para a sobrevivência de muitas empresas do setor.

Ressaltamos que somos a favor de uma fiscalização mais rigorosa, com punições aos estabelecimentos que não estejam cumprindo os protocolos de segurança sanitária.

Pedimos pela criação de mais leitos de UTI e aceleração na vacinação.

Não é justo punir os estabelecimentos que estão cumprindo suas obrigações, seus colaboradores e prestadores de serviços que estão lutando diariamente pela sobrevivência de suas famílias.

Assinam a nota:
ABIH-RN
SHRBS RN
Abrasel
Natal Convention Bureau
Sindetur
Abav RN
Ashtep


Ler Anterior

Governo fiscaliza primeiro dia do novo toque de recolher em todo o estado

Ler Próximo

Ministério da Saúde prevê 30 milhões de doses de vacina ainda este mês