Entenda como será a retomada gradual da economia no RN

Compartilhe esse post

O Governo do Estado publicou, em edição extra do Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (29), a Portaria Conjunta N° 007/2020, do Gabinete Civil, Secretaria de Saúde e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que trata das fases de reabertura gradual das atividades econômicas no Estado. A retomada das atividades do comércio e serviços no RN começará a partir da próxima quarta-feira (1º).

De acordo com o documento, a fase 1 está dividida em duas etapas, nas quais alguns setores prioritários da atividade econômica retomarão gradualmente o funcionamento, mediante o cumprimento de protocolos sanitários.

A retomada havia sido adiada por duas vezes, já que, segundo o Executivo, essa reabertura estaria condicionada ao fato da redução do número de ocupação nos leitos de UTI do estado. O último adiamento aconteceu no dia 23 de junho.

Na publicação do Diário Oficial, o Governo destaca que “verificada tendência de crescimento dos indicadores após a liberação das atividades, poderão ser adotados, a qualquer tempo, se necessário, o restabelecimento ou o adiamento das fases, bem como o recrudescimento das medidas”.

A retomada acontecerá da seguinte forma:

A Fase 1 do novo cronograma representa as atividades que vão retornar no dia 1 de julho e é dividida em duas frações.

I – atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, design e afins;

II – salões de beleza, barbearias e afins;

III – estabelecimentos com até 300 m2 e com “porta para a rua”, dos seguintes ramos:

a) papelarias, bancas de revistas;

b) comércio de produtos de climatização;

c) comércio de bicicletas e acessórios;

d) comércio de vestuário;

e) armarinho.

 

A partir do oitavo dia, está prevista a retomada de outros estabelecimentos. São eles:

I – serviços de alimentação de até 300m2 (restaurantes e food trucks);

II – estabelecimentos com até 600 m2 e com “porta para a rua”, dos seguintes ramos:

a) comércio de móveis, eletrodomésticos e colchões;

b) lojas de departamento e magazines não localizados dentro de shopping centers ou centros comerciais;

c) agências de turismo;

d) comércio de calçados;

e) comércio de brinquedos, artigos esportivos e de caça e pesca;

f) comércio de instrumentos musicais e acessórios; de equipamentos de áudio e vídeo; de eletrônicos/informática; de equipamentos de telefonia e comunicação;

g) joalherias, relojoarias, bijuterias e artesanatos;

h) comércio de cosméticos e perfumaria.

Leia a portaria na íntegra AQUI.

Fonte: Portal Grande Ponto

Foto: Stênio Dantas/Portal Grande Ponto

 


Compartilhe esse post

Ler Anterior

Dívidas na Serasa podem ser renegociadas em agências dos Correios

Ler Próximo

TSE debate mudanças em resolução sobre suspensão de partidos

Envie uma mensagem para o setor responsável.
WeCreativez WhatsApp Support
98 FM
Pedir Música
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Flávio Amorim
Comercial
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Sheyla
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Vanessa
Vendas
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Peça uma Pizza
Acessível