Escolas de samba do RJ discutem o possível adiamento do carnaval

A necessidade de adiar os desfiles de carnaval — um espetáculo com aglomeração por natureza, na pista e na plateia — está cada vez mais em debate entre dirigentes e artistas das escolas

A necessidade de adiar os desfiles de carnaval — um espetáculo com aglomeração por natureza, na pista e na plateia — está cada vez mais em debate entre dirigentes e artistas das escolas. Entre eles, ecoa a opinião de que a festa só acontecerá na data original, em fevereiro de 2021, se, até lá, houver uma vacina contra o coronavírus ou, no mínimo, um medicamento eficaz e o contágio quase zerado.

Os sambistas já cogitam passar os desfiles para março, maio ou até mesmo para o feriado de Corpus Christi, em junho. Jorge Castanheira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), afirma que nos próximos dias convocará uma reunião para debater os rumos do carnaval.

Fonte: Portal Grande Ponto


Ler Anterior

Contratos de respiradores assinados pelo Consórcio Nordeste têm diferença de R$ 700 mil

Ler Próximo

Senado debaterá hoje proposta de adiamento das eleições 2020