BUSCAR
BUSCAR
“Estão perseguindo médicos”, diz infectologista que defende ivermectina

Infectologista Roberta Lacerda. Foto: 98 FM

A médica infectologista Roberta Lacerda, integrante da Associação Médica do Rio Grande do Norte (AMRN) e do comitê científico da Federação dos Municípios do Estado (Femurn) disse em entrevista ao 12 Em Ponto 98 desta terça-feira (23) que médicos que defendem o uso da ivermectina estão sendo perseguidos. Lacerda ficou conhecida no país após dizer que a ivermectina tem o poder de parar a pandemia em entrevista ao Repórter 98 em fevereiro.

“Já fizemos convite para a Associação Médica ir lá defender que não há evidência, não há eficácia. O que estão fazendo é denegrindo a nossa honra, destruindo a reputação das pessoas, perseguindo médicos onde muitas vezes já houve convite para não levarmos pacientes, e inclusive para o paciente ser acompanhado por outros médicos porque não se segue o protocolo”, disse.

A médica disse ainda que o alto número de jovens morrendo por Covid não é novidade, ela explicou que dentro do tecido pulmonar existe uma quantidade de um hormônio (di-hidrotestosterona (DHT) que ativa uma proteína que facilita a entrada do vírus no alvéolo pulmonar.

 

Rua Carlos Chagas, 3466, Candelária, Natal/RN
(84) 4009-9898
[email protected]