Estudo aponta que nova cepa do Sars-cov-2 se propaga mais rápido do que a original

Estudo anglo-americano sugere que variante atual do vírus da covid-19 possa ser até seis vezes mais infecciosa do que a inicial

A variante da moléstia respiratória covid-19 atualmente dominante nos casos globais é três a seis vezes mais infecciosa do que a cepa original do novo coronavírus, constatou um estudo recente publicado pela revista científica Cell.


Ler Anterior

Artesãs potiguares da FeirArte inauguram loja virtual

Ler Próximo

Liga do NE diz que clubes foram “alertados” para possibilidade de viagem para Salvador